Termina a maior greve na história da VW no Mundo. Vitória dos Trabalhadores!!!

Companheiros e Companheiras confiram abaixo a proposta que foi aprovada na tarde desta sexta feira e pois fim na longa greve

Depois de quase 40 dias em greve, os metalúrgicos da Volkswagen, em São José dos Pinhais (PR), conquistaram hoje (10) à tarde um “pacotão” que garante, nos próximos 12 meses, o recebimento de R$ 21.680,00 e mais 15% a 20% de aumento salarial. O acordo inclui negociação da Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) deste ano e do ano que vem, reajuste salarial de data-base, abono salarial, nova tabela salarial e antecipação do 13º salário de 2012. Desse modo, os trabalhadores encerraram a greve, que domingo completa 39 dias e que causou prejuízo de mais de R$ 1,1 bilhão à montadora. Os 3,1 mil metalúrgicos retornam ao trabalho na próxima segunda-feira (13). A proposta aceita pelos trabalhadores hoje, em assembleia, em porta de fábrica, foi negociada entre Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba e Volks, após varias rodadas de conversação.

Confira aqui o acordo conquistado pelos metalúrgicos da Volkswagen:

- PLR 2011:

Valor: R$11.500,00 para 100% das metas ou equiparação com o pago em São Paulo, caso o valor de lá tenha fechamento maior. O pagamento será feito em janeiro de 2012. A 1º parcela terá valor de R$ 5,2 mil e será paga até o final de junho desse ano.

- PLR 2012:

A 1ª parcela será igual a 52% do total pago na PLR 2011. A segunda parcela será discutida no segundo semestre de 2012.

- Data-base 2011

Aumento de 10,3% (100% do INPC + 2,5% de aumento real) com limite ao teto R$ 7.630 mais a correção da data base + Abono salarial de R$ 4,2 mil, sendo R$ 2,1 mil pagos em setembro deste ano e R$ 2,1 pagos em dezembro também de 2011

- Tabela Salarial – Plano de cargos e salários:

Janeiro de 2012: aumento salarial de 5% para os salários do Grau I e de 2,5% para os outros graus. O último step (faixa salarial) será reajustado em agosto de 2011: 4% no Grau I e 2% nos outros graus. Em janeiro de 2013, serão mais 5% de aumento para o Grau I e 2,5% para os outros graus

- Adiantamento do 13º:

Adiantamento da 1ª parcela do 13º salário de 2012 em fevereiro próximo.

- Dias de greve:

São duas opções. Na 1º o trabalhador pode escolher entre pagar a greve descontando dois dias por mês de salário (junho deste ano até junho de 2012). Na 2º ele pode escolher manter o desconto de salário que a empresa já fez do mês maio e que vai fazer dos dias parados em junho. Dessa forma os dias já estarão pagos.

- Dias adicionais:

- 6 dias em 2011 e 10 dias em 2012

- A empresa se comprometeu a não demitir nenhum trabalhador por causa da greve

Greve de 39 dias é a maior da história da Volks no mundo

A greve dos metalúrgicos começou no dia 05 de maio após a empresa divulgar que só ofereceria de PLR aos trabalhadores do Paraná 80% do que fosse pago em São Paulo. Até domingo, completa 39 dias: a mais longa da história da Volkswagen no mundo. Desde o começo, a empresa se manteve inflexível em sua posição. O presidente da Volks no Brasil, Thomas Schamll, chegou a declarar em reportagem no jornal O Estado de S.Paulo que preferia a greve à negociar, postura que foi duramente criticada pelo governo, deputados e lideranças sindicais nacionais. Durante a greve, a montadora apresentou apenas duas propostas de negociação: uma reprovada em 31 de maio e a outra, aprovada hoje.

Efeitos da greve

Com 39 dias de greve a montadora deixou de produzir 22.990 veículos das marcas Fox, Crossfox e Golf. Segundo informações da própria Volks, o prejuízo foi superior a R$ 1,1 bilhão.

Com o prolongamento da greve o impacto nas concessionárias do país foram imediatos: diversas tiveram seu faturamento afetado pela falta de reposição dos carros produzidos pela montadora. No grupo Corujão, o prejuízo chegou a 12%. Além disso, os consumidores que já pagaram vão ter que esperar para receber o automovel até que a produção se normalize.

Além disso mais de 20 mil trabalhadores entre terceirizados, fornecedores e distribuidores foram indiretamente afetados pela mobilização, inclusive, com várias empresas dando férias coletivas a seus funcionários.

Solidariedade nacional e mundial

O apoio aos metalúrgicos da Volkswagen de São José dos Pinhais veio de várias partes do país e do mundo. Mensagens solidarias enviadas pelos trabalhadores das unidades do México e de Portugal foram lidas em assembléia. Dirigentes sindicais de vários países que estão participando da Conferência anual da Organização Internacional dos Trabalhadores – OIT, que está acontecendo em Genebra, na Suíça, também fortaleceram o apoio a luta no Paraná.

Em assembléia na porta de fábrica no ultimo dia 6 de junho o presidente da Força Sindical e deputado federal Paulo Pereira da Silva, ressaltou a mobilização dos metalúrgicos da unidade paranaense. “Essa luta é um exemplo para o Brasil inteiro. São 33 dias enfrentando um patrão reacionário. É um exemplo, se a Volks está ganhando muito é importante que reparta um pouco com o trabalhador.” Também vieram sindicalistas de cinco estados brasileiros, em solidariedade aos metalúrgicos da Volks.

Veja mais informações sobre a greve na VW em www.tie-brasil.org ou www.simec.com.br

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 326 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: