Arquivo para agosto, 2011

30/08/2011

Marco civil da internet estabelece direitos dos usuários

Texto enviado à Câmara passou por consulta pública e recebeu mais de 2 mil sugestões da sociedade.

A Câmara analisa o Projeto 2126/11, do Poder Executivo, que estabelece direitos e deveres dos usuários e dos provedores de internet. Conhecida como marco civil da internet, a proposta também estabelece princípios para o uso da rede de computadores no Brasil e determina as diretrizes para atuação da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios em relação ao tema.

De acordo com o governo, a proposta tomou como base o documento “Princípios para a governança e uso da Internet”, do comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). O texto passou por consulta pública entre outubro de 2009 e maio de 2010, tendo recebido mais de 2 mil contribuições da sociedade.

“A proposta possibilitará um posicionamento futuro mais adequado sobre outros importantes temas relacionados à internet que ainda carecem de harmonização, como a proteção de dados pessoais, o comércio eletrônico, os crimes cibernéticos e o direito autoral, a governança da internet e a regulação da atividade dos centros públicos de acesso à internet”, diz a exposição de motivos do Poder Executivo, que acompanha o projeto.

Princípios
Entre os princípios estabelecidos, está a garantia da neutralidade de rede, que posteriormente será regulamentada. Isso significa que o responsável pela transmissão, comutação ou roteamento (ou seja, o provedor de conexão) terá o dever de tratar de forma isonômica quaisquer pacotes de dados, sem distinção por conteúdo, origem e destino, serviço, terminal ou aplicativo, sendo vedada qualquer discriminação ou degradação do tráfego.

Também será vedado monitorar filtrar, analisar ou fiscalizar o conteúdo dos pacotes de dados. Outros princípios que deverão ser observados são: a liberdade de expressão; a proteção da privacidade e dos dados pessoais; e a preservação da natureza participativa da rede.

Direitos do usuário
A proposta reconhece o acesso à internet como essencial ao exercício da cidadania e assegura ao usuário os seguintes direitos, que poderão ser exercido, em juízo, individual ou coletivamente:
- inviolabilidade e sigilo de suas comunicações pela internet, salvo por ordem judicial, para fins de investigação criminal ou instrução processual penal;
- não suspensão da conexão à internet, salvo por débito decorrente de sua utilização;
- manutenção da qualidade contratada da conexão;
- informações claras e completas nos contratos de prestação de serviços, com previsão expressa sobre o regime de proteção aos seus dados pessoais, aos registros de conexão e aos registros de acesso a aplicações de internet;
- não fornecimento a terceiros de seus registros de conexão e de acesso a aplicações de internet, salvo mediante consentimento ou nas hipóteses previstas em lei.

Nas definições, o texto diz que registro de conexão é o conjunto de informações referentes à data e hora de início e término de uma conexão à internet, sua duração e o endereço IP (código atribuído a um terminal de uma rede para permitir sua identificação, definido segundo parâmetros internacionais). Já registro de acesso a aplicações é o conjunto de informações referentes à data e hora de uso de uma determinada aplicação de internet a partir de um determinado endereço IP– por exemplo, os sites acessados pelo usuário.

Deveres do provedor
Além de garantir a neutralidade de rede, o provedor de conexão, também conhecido como provedor de acesso, terá o dever de manter os registros de conexão, sob sigilo, em ambiente controlado e de segurança, pelo prazo de um ano, nos termos do regulamento. A autoridade policial ou administrativa poderá requerer cautelarmente a guarda de registros de conexão por prazo superior.

O texto deixa claro que essa obrigação vale apenas para “administradores de serviços autônomos” – ou seja, pessoa física ou jurídica que administra blocos de endereço IP específicos cadastrada no ente nacional responsável pelo registro e distribuição de endereços (hoje, o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – Nic.br). Isso pode deixar de fora da obrigação, por exemplo, telecentros, pequenos provedores e lan houses, que, em geral, não administram blocos de IP.

O provedor de conexão não poderá guardar, por outro lado, os registros de acesso a aplicações. Já o provedor de aplicações (conhecido como provedor de conteúdo) poderá guardar os registros de acesso a aplicações, respeitados os direitos do usuário. Ordem judicial poderá obrigar, por tempo certo, a guarda de registros de acesso a aplicações, desde que se tratem de registros relativos a fatos específicos em período determinado.

Conforme o texto, juiz poderá ordenar ao responsável pela guarda o fornecimento de registros de conexão ou de registros de acesso a aplicações, para fins de formação de provas em processo judicial cível ou penal. Nesse caso, o juiz deverá tomar as providências necessárias à garantia do sigilo das informações e à preservação da intimidade, vida privada, honra e imagem do usuário.

Responsabilidade
O projeto diz ainda que o provedor de acesso não será responsabilizado por danos decorrentes de conteúdo gerado por terceiros. Já o provedor de conteúdo somente poderá ser responsabilizado por danos decorrentes de conteúdo gerado por terceiros se, após ordem judicial específica, não tomar as providências para, dentro do prazo assinalado, tornar indisponível o conteúdo apontado como infringente.

Tramitação
A proposta aguarda despacho.

30/08/2011

VEJA vs. JOSÉ DIRCEU: Jornalismo político volta à Era da Pedra Lascada

Por Alberto Dines

 “Caso o ministro Paulo Bernardo (Comunicações) fique insustentável, a presidente Dilma tem seu preferido: Franklin Martins”. (“Panorama Político”, O Globo, domingo, 28/8, pg. 2). Três linhas apenas, no pé da coluna. O suficiente, a mídia entenderá o recado.

Há hoje uma metamensagem ou criptojornalismo, cifrado, exclusivo de um seleto grupo de iluminados. O governo manda suas mensagens, a mídia é obrigada a entender. Mesmo não gostando. A réplica pode vir com a mesma sutileza. Profissionais não brincam em serviço. Faz parte do jogo democrático.

O que conspira contra o jogo democrático são as ameaças de rupturas. O presidente Lula não entendeu, não quis ou não teve paciência para entender o tricô das raposas. Subia no palanque e “mandava ver” – ou mandava brasa, como se dizia na Era Jango. Criou impasses, cavou confrontos perigosos.

É o que fez Veja com a sua última matéria de capa sobre o ex-ministro José Dirceu (“O poderoso chefão”, edição nº 2232, data de capa 31/8/2011). Sutil como uma carga de cavalaria – e tão eficaz quanto esta –, produziu um curto-circuito, reintroduziu a imprudência no diálogo governo-imprensa. Repercutiu no exterior. E daí?

Frágil, inconsistente

A verdade é que a matéria recoloca o jornalismo político brasileiro na Era da Pedra Lascada. Traz de volta os vídeos clandestinos, os arapongas, os dossiês secretos jogados no colo de jornalistas ditos “investigativos”.

José Dirceu, mesmo sem cargo ou mandato parlamentar, suspeito de integrar um grupo que está sendo investigado pelo Supremo Tribunal Federal, é um dirigente nacional do partido que ganhou as eleições para a Presidência da República, é também um consultor/lobista. Pode alugar um andar inteiro num hotel dez estrelas em Brasília ou Luanda e nele receber legiões de correligionários, clientes e amigos. Não há nada de ilícito ou malfeito (para usar o dernier-cri dos substantivos).

O texto inteiro de Veja, da primeira à última linha, é customizado, adaptado para servir à tese de que o ex-chefe da Casa Civil está conspirando contra a sua sucessora, atual presidente da República. Não há evidências, apenas insinuações, ambigüidades, gatilhos.

Fernando Pimentel, ministro do Desenvolvimento, é amigo pessoal de Dilma Roussef, não poderia conspirar contra ela. José Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras cujo maior acionista é o governo, não enfrentaria o seu maior eleitor quando reiniciar sua carreira política. Delcídio Amaral é um petista light, quase-tucano.

A lista dos “conspiradores” é frágil e as possíveis motivações, inconsistentes. O conjunto é disparatado, não faz sentido, carece de lógica. Mesmo enquanto ficção.

Um desserviço

Os encontros gravados duraram em média 30 minutos, tempo insuficiente até para acertar uma empreitada de pequeno porte. Devidamente investigados, os fatos poderiam vincular-se e ganhar alguma dimensão. No estado bruto em que foram apresentados pelo semanário de maior tiragem do país representam um atentado à inteligência do leitor, não renderiam sequer uma nota numa coluna de fofocas políticas.

Este é um jornalismo que não se sustenta, é retrocesso. Não favorece a imagem da imprensa, não ajuda a presidente Dilma, prejudica a oposição. Faz esquecer a faxina moralizadora e degrada o processo político.

Fonte: Observatório da Imprensa

30/08/2011

Não basta ser “Gestor”. É preciso Administrar

O questionamento apresentado no artigo abaixo, escrito para o portal do Controle Social de Sarandi, serve para todas as cidades brasileiras. Faça o teste. Troque a palavra Sarandi pelo nome da cidade onde vive…

Por Dr. Allan Marcio

Com o aproximar das eleições de 2012, começa o fervilhar das “articulações” políticas e palanquistas no republicano jogo do poder na caça aos votos do desconfiado eleitorado municipal.

O grande desafio dos “políticos” nesta perspectiva é criar as condições para que se passe da defesa dos interesses particulares para a construção e a defesa do interesse geral por direitos e, não apenas por “poderes”.

Então, será que nossos pretensos “prefeituráveis” saberão executar os conceitos de “interesses gerais” das funções administrativas com planejamento, organização, comando, controle e avaliação através de um Plano de Governo factível e não demagógico?

Ou, indo um pouco mais fundo, será que os candidatáveis estarão realmente preocupados e preparados em promover uma gestão pública de excelência, visando contribuir para a qualidade dos serviços públicos prestados ao cidadão e para o aumento da qualidade de vida do sarandiense?

Essas serão algumas das muitas outras perguntas que deverão nortear o poder de escolha do eleitor durante as campanhas políticas iniciadas para, num futuro próximo, não se arrepender e sofrer amargamente o erro de ter escolhido errado, novamente, seu representante.

Sendo assim, não basta ser “Gestor”, é preciso, urgentemente, fazer com que os pretensos candidatos entendam, de uma vez por todas, o peso da responsabilidade de “administrar” com mínimo capital técnico e político uma cidade complexa como Sarandi.

Neste cenário, uma gestão pública precisa não esquecer, acima de tudo, ser ética, participativa, descentralizada, com controle social e orientada para o cidadão, combatendo, exemplarmente, qualquer tipo de desvio de finalidade contra o bem público.

Entretanto, que “novo olhar” a sociedade organizada tem feito a favor da “educação eleitoral” do cidadão sobre os duvidosos caráteres dos futuros “administradores” públicos para não enxergar o “poder” como um fim em si mesmo, mas como um meio democrático de disseminar a justiça social?

Para tanto, é preciso retomar o debate sobre a “qualidade do voto” como espaço de participação democrática sob a perspectiva de que todos os que “votam” são co-responsáveis, também, pela gestão e administração dos problemas de sua cidade.

Portanto, trata-se de um processo de formação continuada do cidadão, aquele membro da comunidade que, nas palavras de Aristóteles, “… deve ter os conhecimentos e a capacidade indispensáveis tanto para governar, quanto para ser governado”.

Enfim, o cidadão não deriva de uma imposição da natureza, da força ou do direito ao voto, mas é produto de um processo educacional, de uma construção consciente, quer dizer, o cidadão educado é ao mesmo tempo um educador no processo dialético de aprimoramento da sua capacidade de escolher bem seus representantes.

www.controlesocialdesarandi.com.br

29/08/2011

Líbia: o que a mídia não mostra

Enviado Por André Vieira
I – A ONU CONSTATOU EM 2007 QUE A LÍBIA TINHA:

1 – Maior Indice de Desenvolvimento Humano (IDH) da África (até hoje é maior que o do Brasil);

2 – Ensino gratuito até a Universidade;

3 – 10% dos alunos universitários estudavam na Europa e EUA, tudo pago;

4 – Ao casar, o casal recebia até US$ 50.000 para montar casa;

5 – Sistema médico gratuito, rivalizando com os europeus. Equipamentos de última geração, etc;

6 – Empréstimos pelo banco estatal sem juros;

7 – Inaugurado em 2007, o maior sistema de irrigação do mundo, vem tornando o deserto (95% da Líbia) em fazendas produtoras de alimentos;

II – PORQUE “DETONAR” A LÍBIA ENTÃO?

Três principais motivos:

1 – Tomar o seu petróleo de boa qualidade e com volume superior a 45 MIL MILHÕES de barris em reservas;

2 – Fazer com que todo o mar Mediterrâneo fique sob o controlo da NATO. Só falta agora a Síria;

3 – E provavelmente o principal:

- O Banco Central Líbio não está ligado ao sistema financeiro mundial.

- As suas reservas são toneladas de ouro, que garantem o valor da moeda, o dinar, que desta forma está resguardado das flutuações do dólar.

- O sistema financeiro internacional ficou possesso com Kaddafi, após ele propor, e quase conseguir, que os países africanos formassem uma moeda única desligada do dólar.

III – O QUE É O ATAQUE HUMANITÁRIO PARA LIVRAR O POVO LÍBIO:

1 – A NATO comandada, como se sabe, pelos EUA, já bombardeou as principais cidades Líbias com milhares de bombas e mísseis em que um único projéctil é capaz de destruir um quarteirão inteiro. Os prédios e infra estruturas de água, esgotos, gás e luz estão seriamente danificados;

2 – As bombas usadas contêm DU (Urânio empobrecido) (causa cancro e deformações genéticas);

3 – Metade das crianças líbias estão traumatizadas psicologicamente por causa das explosões que parecem um terramoto e racham as estruturas das casas;

4 – Com o bloqueio marítimo e aéreo da NATO, as crianças sofrem principalmente com a falta de medicamentos e alimentos;

5 – A água já não mais é potável em boa parte do país. De novo as crianças são as mais atingidas;

6 – Cerca de 150.000 pessoas por dia, estão a deixar o país através das fronteiras com a Tunísia e o Egipto. Vão para o deserto ao relento, sem água nem comida;

7 – Se o bombardeio terminasse hoje, cerca de 4 milhões de pessoas de uma população de 6,5 milhões de pessoas, estariam a precisar de ajuda humanitária para sobreviver: água e comida.

.
Em suma: O bombardeio “humanitário”, acabou com a nação Líbia.
Nunca mais haverá a “nação” Líbia tal como nos dias de hoje.


Há ocasiões em que o silêncio é ouro, mas há outras em que é pura covardia. (John Blanchard)

Publicado no site www.amarchaverde.blogspot.com

…………………………………………………………………………………………………………………….

LÍBIA: Contra a guerra imperialista!

(Nota Política do PCB)

O Partido Comunista Brasileiro (PCB) manifesta sua indignação militante e condena com veemência a ocupação da Líbia pelas tropas da OTAN, travestida de proteção à população do País e apoio humanitário. Trata-se de uma das mais vergonhosas intervenções do imperialismo numa nação soberana, o que demonstra que, diante da crise sistêmica global, a bestialidade e a ganância imperiais não têm mais limites. O PCB também manifesta a sua solidariedade aos combatentes e milicianos líbios que estão enfrentando heroicamente a maior máquina militar do planeta.

Para o PCB, não se trata de defender o governo de Kadafi, mas de combater o imperialismo. O regime inspirado no “Livro Verde” não é socialista nem democrático. A Líbia foi escolhida como o atual alvo da cobiça imperial, em razão de suas imensas riquezas naturais, de seu histórico de luta pela soberania, de sua localização estratégica e de uma relativa independência em relação ao imperialismo, que não mais se contenta em ser apenas sócio dessas riquezas.

A ocupação militar da Líbia é uma grave advertência não só para os povos árabes, especialmente a Síria e o Irã, mas para todos os povos do mundo. O imperialismo, ferido nas suas entranhas, está cada vez mais agressivo e não hesita em promover uma escalada de guerras em todas as regiões do globo, para ativar seu complexo industrial militar e se safar de sua crise global.

A invasão da Líbia foi uma decisão dos países imperialistas, especialmente Estados Unidos, França e Inglaterra, visando a controlar o petróleo e o gás líbio, além dos recursos do tesouro nacional, que Kadafi ingenuamente depositou nos bancos ocidentais, imaginando que isso lhe pouparia da fúria imperialista. Nesta guerra, esses países se comportaram como verdadeiros piratas modernos, congelando os recursos financeiros líbios investidos no exterior e saqueando as reservas em ouro depositadas no Banco Central líbio.

A brutal intervenção pode ser considerada uma das mais bárbaras da história moderna, pois nestes meses de guerra a OTAN realizou mais de 20 mil bombardeios aéreos, dos quais 8 mil com bombas inteligentes guiadas a laser e outras de efeito moral, para criar um clima de pânico junto à população. Além disso, centenas de helicópteros Apache varrem diariamente os céus da Líbia atirando contra tudo que se move. A parafernália da guerra se completa com os ataques maciços dos drones, aviões de guerra não tripulados, que despejam também toneladas de bombas no País.
Continua no site www.amarchaverde.blogspot.com
……………………………………………………………………………….

Sete pontos acerca da Líbia

por Domenico Losurdo

Doravante mesmo os cegos podem ver e compreender o que está a acontecer na Líbia:

1. O que se passa é uma guerra promovida e desencadeada pela NATO. Esta verdade acaba por se revelar até mesmo nos órgãos de “informação” burgueses. No La Stampa de 25 de Agosto, Lucia Annunziata escreve: é uma guerra “inteiramenteexterna, ou seja, feita pelas forças da NATO”; foi “o sistema ocidental que promoveu a guerra contra Kadafi”. Uma peça do International Herald Tribune de 24 de Agosto mostra-nos “rebeldes” que se regozijam, mas eles estão comodamente instalados num avião que traz o emblema da NATO.

2. Trata-se de uma guerra preparada desde há muito tempo. O Sunday Mirror de 20 de Março revelou que “três semanas” antes da resolução da ONU já estavam em acção na Líbia “centenas” de soldados britânicos, enquadrados num dos corpos militares mais refinados e mais temidos do mundo (SAS). Revelações ou admissões análogas podem ser lidas no International Herald Tribune de 31 de Março, a propósito da presença de “pequenos grupos da CIA” e de uma “ampla força ocidental a atuar na sombra”, sempre “antes do desencadeamento das hostilidades a 19 de Março”.

3. Esta guerra nada tem a ver com a protecção dos direitos humanos. No artigo já citado, Lucia Annunziata observa com angústia: “A NATO que alcançou a vitória não é a mesma entidade que lançou a guerra”. Nesse intervalo de tempo, o Ocidente enfraqueceu-se gravemente com a crise econômica; conseguirá ele manter o controle de um continente que, cada vez mais frequentemente, percebe o apelo das “nações não ocidentais” e em particular da China? Igualmente, este mesmo diário que apresenta o artigo de Annunziata, La Stampa, em 26 de Agosto publica uma manchete a toda a largura da página: “Nova Líbia, desafio Itália-França”. Para aqueles que ainda não tivessem compreendido de que tipo de desafio se trata, o editorial de Paolo Paroni (Duelo finalmente de negócios) esclarece: depois do início da operação bélica, caracterizada pelo frenético ativismo de Sarkozy, “compreendeu-se subitamente que a guerra contra o coronel ia transformar-se num conflito de outro tipo: guerra econômica, com um novo adversário: a Itália obviamente”.

4. Desejada por motivos abjectos, a guerra é conduzida de modo criminoso. Limito-me apenas a alguns pormenores tomados de um diário acima de qualquer suspeita. O International Herald Tribune de 26 de Agosto, num artigo de K. Fahim e R. Gladstone, relata: “Num acampamento no centro de Tripoli foram encontrados os corpos crivados de balas de mais de 30 combatente pró Kadafi. Pelo menos dois deles estavam atados com algemas de plástico e isto permite pensar que sofreram uma execução. Dentre estes mortos, cinco foram encontrados num hospital de campo; um estava numa ambulância, estendido numa maca e amarrado por um cinturão e tendo ainda uma transfusão intravenosa no braço”.

5. Bárbara como todas as guerras coloniais, a guerra actual contra a Líbia demonstra como o imperialismo se torna cada vez mais bárbaro. No passado, foram inumeráveis as tentativas da CIA de assassinar Fidel Castro, mas estas tentativas eram efectuadas em segredo, com um sentimento de que se não é por vergonha é pelo menos de temer possíveis reacções da opinião pública internacional. Hoje, em contrapartida, assassinar Kadafi ou outros chefes de Estado não apreciados no Ocidente é um direito abertamente proclamado. O Corriere della Sera de 26 de Agosto de 2011 titula triunfalmente: “Caça a Kadafi e seus filhos, casa por casa”. Enquanto escrevo, os Tornado britânicos, aproveitando também a colaboração e informações fornecidas pela França, são utilizados para bombardear Syrte e exterminar toda a família de Kadafi.

6. Não menos bárbara que a guerra foi a campanha de desinformação. Sem o menor sentimento de pudor, a NATO martelou sistematicamente a mentira segundo a qual suas operações guerreiras não visavam senão a proteção dos civis! E a imprensa, a “livre” imprensa ocidental? Ela, em certo momento, publicou com ostentação a “notícia” segundo a qual Kadafi enchia seus soldados de viagra de modo a que eles pudessem mais facilmente cometer violações em massa. Como esta “notícia” caiu rapidamente no ridículo, surge então uma outra “nova” segundo a qual os soldados líbios atiram sobre as crianças. Nenhuma prova é fornecida, não se encontra nenhuma referência a datas e lugares determinados, nenhuma remessa a tal ou tal fonte: o importante é criminalizar o inimigo a liquidar.

7. Mussolini no seu tempo apresentava a agressão fascista contra a Etiópia como uma campanha para libertar este país da chaga da escravidão; hoje a NATO apresenta a sua agressão contra a Líbia como uma campanha para a difusão da democracia. No seu tempo Mussolini não cessava de trovejar contra o imperador etíope Hailé Sélassié chamando-o “Negus dos negreiros”; hoje a NATO exprime seu desprezo por Kadafi chamando-o “ditador”. Assim como a natureza belicista do imperialismo não muda, também as suas técnicas de manipulação revelam elementos significativos de continuidade. Para clarificar quem hoje realmente exerce a ditadura a nível planetário, ao invés de citar Marx ou Lénine quero citar Emmanuel Kant. Num texto de 1798 (O conflito das faculdades), ele escreve: “O que é um monarca absoluto? Aquele que, quando comanda: ‘a guerra deve fazer-se’, a guerra seguia-se efectivamente”. Argumentando deste modo, Kant tomava como alvo em particular a Inglaterra do seu tempo, sem se deixar enganar pela forma “liberal” daquele país. É uma lição de que devemos tirar proveito: os “monarcas absolutos” da nossa época, os tiranos e ditadores planetários da nossa época têm assento em Washington, em Bruxelas e nas mais importantes capitais ocidentais.

O original encontra-se em http://domenicolosurdo.blogspot.com/ ; a versão em francês em http://www.legrandsoir.info/sept-points-sur-la-libye.html
Este artigo encontra-se em http://resistir.info/ .
Publicado no site www.terceirateoria.blogspot.com

29/08/2011

Além de suas “reporcagens”, revista Veja ameaça jornalistas e atenta con tra a democracia

Compilado por Paulo Dantas

Escrevinhador 26/08/2011
PT e Farc: até os EUA duvidaram de denúncia da Veja

Wikileaks: Para EUA, Veja fabricou proximidade do PT com as FARC por objetivos políticos
http://www.rodrigovianna.com.br/outras-palavras/pt-e-farc-ate-os-eua-duvidaram-da-veja.html

Blog do Nassif – 26/08/2011
Veja e Editora Abril querem calar a voz de Luis Nassif
Atualmente o jornalista Luis Nassif é alvo de uma campanha visando calar sua voz. Sofre os seguintes processos:
1. Da revista Veja, da editora Abril. 2. De Eurípedes Alcântara (bancado pela Abril). 3. De Mário Sabino (bancado pela Abril). 4. De Diogo Mainardi (bancado pela Abril). 5. De Lauro Jardim (bancado pela Abril). 6. De Ali Kamel.
Apenas um desses processos teve julgamento definitivo: Sabino foi derrotado por 3 x 0 na Segunda Instância. Os advogados da Abril apelaram para o Supremo Tribunal Federal, que só aprecia matéria constitucional. O único intuito é obrigar Nassif a gastar mais ainda com advogados.
Saiba mais a respeito desta denúncia que foi encaminhada pelo jornalista à Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP)
http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/as-ameacas-aos-jornalistas

Viomundo
Devanir Ribeiro:”Aonde vamos parar com esse jornalismo tão podre, tão mentiroso?”
Desde quarta-feira, 24 de agosto, quando Gustavo Nogueira Ribeiro, repórter da Veja, foi flagrado pela camareira, tentando invadir o apartamento de José Dirceu no Hotel Naoum, em Brasília, era previsível que mais uma “aula” de jornalismo esgoto estava a caminho. Não deu outra. Com capa e tudo.Com a manchete “José Dirceu mostra que ainda manda em Brasília”, Veja chegou este final de semana às bancas. Logo no olho diz: “Com ‘gabinete’ instalado em um hotel, ex-ministro recebe autoridades da República para, entre outras atividades, conspirar contra o governo Dilma”.A matéria traz uma sequência de dez fotos, provavelmente extraídas da câmera de segurança, tiradas do andar em que fica o apartamento de José Dirceu. Numa delas, aparece o próprio. Nas demais, ministros, deputados, senadores que lá estiveram.Entre eles, o deputado federal Devanir Ribeiro (PT-SP), que, aparentemente, está acompanhado de duas pessoas, cujos rostos foram disfarçados pela revista para não serem reconhecidos
http://www.viomundo.com.br/politica/devanir-ribeiro-aonde-vamos-parar-com-esse-jornalismo-tao-mentiroso-e-tao-podre.html

Blog do Zé – 26/08/2011
Repórter da revista Veja é flagrado em atividade criminosa contra José Dirceu
Depois de abandonar todos os critérios jornalísticos, a revista Veja, por meio de um de seus repórteres, também abriu mão da legalidade e, numa prática criminosa, tentou invadir o apartamento de hotel de Brasília no qual costumeiramente José Dirceu se hospeda.
Veja imagens do Boletim de Ocorrência
http://www.zedirceu.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=13040&Itemid=2

Blog do Zé – 27/08/2011
“Veja” atenta contra os princípios democráticos – por José Dirceu
Depois de abandonar os critérios jornalísticos e a legalidade, a revista Veja abriu mão também dos princípios democráticos.
A matéria de capa desta semana foi realizada no mais clássico estilo de polícia privada, a serviço dos setores que a Veja representa. Viola o princípio constitucional da intimidade e infringe o Código Penal. Ignora o direito a julgamento e condena previamente.
A matéria é um amontoado de invenções e erros
http://www.zedirceu.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=13048&Itemid=2

Na edição desta semana, mais uma “reporcagem” feita, através de espionagem e ação criminosa, pela Veja: clique aqui

DIREITOS HUMANOS: AUDIÊNCIA PÚBLICA NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SP
AD
Nesta segunda, 29/08, audiência pública sobre Direitos Humanos terá a presença da ministra Maria do Rosário Nunes,da Secretaria Especial de Direitos Humanos
Saiba mais
http://www.adrianodiogo.com.br/noticias/internas/id/1099

CAMPINAS
Para advogados que tiveram acesso à denúncia criminal do Gaeco, de Campinas – processo crime 103/2011 -, inexistem provas concretas contra o então vice-prefeito e atual prefeito Demétrio Vilagra. Mesmo assim, o juiz do caso, atendendo  pedido do MP, decretou sua prisão na ocasião.

Conforme noticiado pela mídia, os grampos legais feitos em abril de 2011 pelo MP, envolvem centralmente  Luiz Augusto Castrillon de Aquino, ex-presidente da Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S.A. (Sanasa) que, contudo, fez delação premiada em janeiro de 2011.

Assim,os dados obtidos por meio destes grampos são passíveis de
serem questionados como provas.

RECADO DA PRESIDENTE
RAC
Dilma manda representante e promete continuar obras
O secretário de Assuntos Federativos da Presidência da República, Olavo Noleto Alves, esteve pessoalmente no gabinete do prefeito Demétrio Vilagra
Retomar a estabilidade político-administrativa em Campinas é fundamental para que os recursos de Brasília continuem chegando. O recado do governo federal foi claro durante a visita na tarde de sexta-feira(26) do secretário da presidência.
Ele esteve pessoalmente no gabinete do prefeito Demétrio Vilagra (PT) para reforçar o apoio da gestão da presidente Dilma Rousseff à cidade
http://www.rac.com.br/noticias/caso-sanasa/95646/2011/08/27/presidencia-manda-representante-e-promete-continuar-obras.html

LIMINAR NEGADA
RAC
Justiça nega liminar para o ex-prefeito Hélio
O juiz Wagner Roby Gidaro, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Campinas, negou o pedido de liminar dos advogados do prefeito cassado Hélio de Oliveira Santos (PDT) para voltar ao cargo.
http://www.rac.com.br/noticias/caso-sanasa/95616/2011/08/26/justica-nega-liminar-para-o-ex-prefeito-helio.html

DEMÉTRIO ANALISA NOMES PARA TRÊS SECRETARIAS
RAC
Petista articula nomes para três secretarias
Secretarias de Meio Ambiente, Cultura e Assuntos Jurídicos terão mudanças
http://www.rac.com.br/noticias/caso-sanasa/95680/2011/08/27/petista-articula-nomes-para-tres-secretarias.html

PRÉ-CANDIDATURAS A PREFEITURA DE SÃO PAULO
G1
PC do B lança pré-candidatura de Netinho para Prefeitura de SP
Vereador afirmou que seu principal objetivo é buscar coligações.
Aprovação do nome de Netinho aconteceu durante conferência do partido
http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2011/08/pc-do-b-lanca-pre-candidatura-de-netinho-para-prefeitura-de-sp.html

Blog do Josias
DEM decide lançar candidato em SP e complica PSDB
Eterno parceiro eleitoral do PSDB, o DEM decidiu desenvolver um projeto próprio na disputa pela prefeitura de São Paulo, em 2012.

“Nosso candidato será o Rodrigo Garcia”, disse ao repórter o presidente do DEM federal, senador José Agripino Maia (RN).

Deputado licenciado, Rodrigo é, hoje, secretário de Desenvolvimento Social do governo tucano de Geraldo Alckmin
http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/arch2011-08-28_2011-09-03.html

Folha
Marta e Haddad disputam ‘paternidade’ de CEUs
http://www1.folha.uol.com.br/poder/966152-marta-e-haddad-disputam-paternidade-de-ceus.shtml

Época
Rui Falcão: “A Marta não vai desistir”
O presidente do PT diz que o partido caminha para prévias na escolha do candidato a prefeito em São Paulo, apesar de essa não ser a vontade de Lula
http://revistaepoca.globo.com/Brasil/noticia/2011/08/rui-falcao-marta-nao-vai-desistir.html

Estadão
Marta Suplicy: O brilho ofuscado da estrela solitária
http://digital.estadao.com.br/download/pdf/2011/08/28/A10.pdf

Estadão
Não se esfaqueiem’, pede Lula a petistas em São Paulo
Ex-presidente vê que PT pode perder disputa municipal se não deixar ringue e se unific
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,nao-se-esfaqueiem-pede-lula-a-petistas-em-sao-paulo,764702,0.htm

USO IRREGULAR DE HELICÓPTERO DA PREFEITURA DE SÃO PAULO
Estadão
Helicópteros da Prefeitura levam ‘caronas’ para passear por São Paulo
Neste ano, de janeiro até o último dia 22, foram em média 107 voos por mês, quase o dobro de 2010
http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,helicopteros-da-prefeitura-levam-caronas-para-passear-por-sao-paulo,764700,0.htm

Estadão
Lista de passageiros inclui irmão de servidor
Segundo funcionário, sobrou vaga no voo, mas versão contraria normas de segurança
http://digital.estadao.com.br/download/pdf/2011/08/28/C4.pdf

FRAUDES MILIONÁRIAS NA PREFEITURA DE SÃO PAULO
BN
Vídeo: Prefeitura de SP estima prejuízo de R$ 50 mi
Pelo menos R$ 50 milhões foram desviados dos cofres da prefeitura de São Paulo por causa de uma fraude envolvendo o setor da construção civil. Guias de recolhimento falsificadas eram usadas para a sonegação de tributos
http://videos.band.com.br/Exibir/Prefeitura-de-SP-estima-prejuizo-de-R-50-mi/2c9f94b43203841c01320cc69cf20745?channel=595

iG
Polícia prende quatro acusados de fraudar a Prefeitura de SP
Engenheiros, arquitetos, advogados e despachantes são acusados de falsificar guias de recolhimento da prefeitura
http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/policia+prende+quatro+acusados+de+fraudar+a+prefeitura+de+sp/n1597179528645.html

MORADIA SOCIAL EM SP: MAIS RETROCESSOS DO QUE AVANÇOS
Estadão
10% dos paulistanos vivem em conjunto habitacional
Parte 1
http://digital.estadao.com.br/download/pdf/2011/08/28/C8.pdf
Parte 2
http://digital.estadao.com.br/download/pdf/2011/08/28/C9.pdf

CRIMES AMBIENTAIS: 33 BAIRROS PAULISTANOS DESPEJAM ESGOTO SEM TRATAMENTO, COLETADOS PELA SABESP,
NO RIO TIETÊ
Estadão
Leonídio, o mergulhador, faz todo tipo de serviço nas águas mais sujas de SP
Clique aqui – na página, role o cursor para ler a matéria que está na parte inferior

Lembrando matéria recente de Viomundo:
Sabesp faz o que condena na população: joga sujeira em córregos

ONDAS DE ARRASTÕES ASSUSTAM PAULISTAS: ÁGUA NO CHOPE DE BARES E RESTAURANTES
JR
Vídeo: Paulistas convivem com o medo de arrastões em bares
Com a chegada do fim de semana, a maioria dos paulistas se prepara para sair, descontrair e relaxar com os amigos. Mas, muitos estão deixando de frequentar à noite paulista por causa da violência. A cidade enfrenta uma onda de arrastões que tem assustado os moradores da capital. Os bandidos criaram uma nova modalidade de assalto, o arrastão Aem bares, local onde os paulistanos se sentiam seguro
http://noticias.r7.com/videos/paulistas-convivem-com-o-medo-de-arrastoes-em-bares/idmedia/4e59675db51a430fba98ef63.html

PRIVATIZAÇÃO DOS HOSPITAIS PÚBLICOS EM SP: MP QUER BARRAR DUPLA PORTA NO HC
Estadão
Governo e médicos se mobilizam para legalizar atendimento a planos no HC
Projeto de lei foi aprovado em comissões na Assembleia e deve ser votado em setembro.
O governo paulista e médicos se mobilizam para votar em setembro um projeto de lei que formaliza no Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo o atendimento a planos de saúde – sistema conhecido como “porta dupla”. De autoria do Executivo, o texto dá autonomia para a instituição criar ou extinguir cargos e contratar funcionários pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O Ministério Público Estadual deve entrar com ação se a medida for aprovada
http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,governo-e-medicos-se-mobilizam-para-legalizar-atendimento-a-planos-no-hc,764703,0.htm

Leia também aqui
http://digital.estadao.com.br/download/pdf/2011/08/28/A31.pdf

ACIDENTE COM BONDINHO DO RIO
JR
Vídeo: Polícia investiga causa de mortes em acidente com bondinho no Rio
Cinco pessoas morreram e mais de 30 pessoas estão feridas em hospitais da região. O acidente aconteceu na tarde deste sábado (27), no bondinho de Santa Tereza. Outros acidentes foram registrados recentemente no bondinho
http://noticias.r7.com/videos/policia-investiga-causa-de-mortes-em-acidente-com-bondinho-no-rio/idmedia/4e596cf4b51a430fba98f19c.html

NACIONAL
SACANAGEM HONESTA

Jornal da Tarde
Vídeo e texto: Escolinha para novos políticos
Qual seria a primeira lição? “Ser honesto. Só de sacanagem…”, afirma o consultor político Tadeu Comerlatto – autor de mais de 40 livros (Inteligência Política Para Vencer Eleições e Vereador, o Tom da Vitória ) que prometem, entre outras coisas, ensinar como um incauto aspirante a político pode ganhar uma eleição para vereador ou prefeito.

O conceito de “sacanagem honesta” é mais bem explicado quando o professor Comerlatto compara o político com um bicheiro. “Por que a figura do bicheiro sobrevive? Porque ele entrega o que promete. Ninguém dúvida que se, porventura, ganhar no jogo do bicho, o prêmio será entregue. Já políticos não entregam o que prometem. O político precisa ser mais parecido com bicheiro.”

Saiba mais
http://blogs.estadao.com.br/jt-politica/escolinha-para-novos-politicos/

BRASIL ESTÁ ÓRFÃO DE OPOSIÇÃO
Oposição a Dilma não cresce nem aparece
Leia também a entrevista de Sérgio Guerra, presidente do PSDB e deputado federal, na qual anuncia novo projeto para o Brasil
Clique aqui – na página, role o cursor para ler a matéria que está na parte inferior

DINHEIRO DE INDENIZAÇÃO & VIAGENS DE AVIÕES
Band
Vídeo: Ministra pode devolver dinheiro de multa
A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, disse hoje, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, esperar que as denúncias que têm envolvido seu nome e o de seu marido, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, não tenham relação com a política regional do Paraná
http://videos.band.com.br/Exibir/Ministra-pode-devolver-dinheiro-de-multa/2c9f94b53201fc4801320dabe5a808b5?channel=587

AÇÃO PENAL CONTRA JAQUELINE RORIZ
iG
Procurador pede abertura de ação penal contra Jaqueline RorizDI
A deputada foi flagrada em vídeo recebendo dinheiro de Durval Barbosa, delator do esquema de corrupção no DF
http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/procurador+pede+abertura+de+acao+penal+contra+jaqueline+roriz/n1597179511521.html

EMBAIXADA BRASILEIRA NOS EUA GRAMPEADA
Folha
Embaixada brasileira em Washington foi grampeada
Telegramas inéditos, mantidos sob sigilo por mais de uma década, revelam que foram tensas e conflituosas as relações diplomáticas entre Brasil e Estados Unidos logo depois da redemocratização brasileira
http://www1.folha.uol.com.br/mundo/966368-embaixada-brasileira-em-washington-foi-grampeada.shtml

Lembrando:

LULODEPENDÊNCIA
Época
Gilberto Carvalho: “A Dilma não é lulodependente”
O ministro fala da relação da presidente com Lula, das mudanças no governo pós-Palocci e de corrupção
http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI255124-15223,00-GILBERTO+CARVALHO+A+DILMA+NAO+E+LULODEPENDENTE.html

DEPUTADO SERIA DONO OCULTO DE LABORATÓRIO
Época
Às claras: Deputado federal Geraldo Thadeu (PPS-MG) é ferrenho defensor dos interesses do laboratório União Química Farmacêutica
[Ou seria o dono oculto da empresa]
Esse parece ser Oo caso do deputado federal mineiro Geraldo Thadeu, um ex-tucano que hoje está filiado ao pós-comunista PPS, mas já assinou o ato de criação do PSD, o partido que está sendo montado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. Atos, decisões, declarações e até doações dadas e recebidas por Thadeu sugerem que sua fidelidade maior é a um grupo empresarial comandado pelo empresário Fernando Marques, dono do laboratório União Química Farmacêutica
http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI255114-15223,00-O+DEPUTADO+E+O+LABORATORIO.html

ECONOMIA
Reuters
Brasil quer tarifas maiores, mas rechaça protecionismo” – Entrevista comTatiana Prazeres, secretária de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC)
Segundo a secretária Tatiana Prazeres, a intenção do governo é apenas ganhar “margem de manobra” para utilizar mecanismos ao qual já tem direito pelas regras da Organização Mundial do Comércio (OMC), em um momento em que a indústria sofre a concorrência dos importados em situação de desvantagem por conta do real valorizado
http://br.reuters.com/article/domesticNews/idBRSPE77P0WS20110826

Reuters
Brasil faz superávit primário recorde, dívida recua
BRASÍLIA, 26 de agosto (Reuters) – Impulsionado por receitas extraordinárias de mais de 8 bilhões de reais, o superávit primário feito pelo setor público brasileiro aumentou em mais de nove vezes em julho na comparação com o mesmo período do ano passado, e alcançou nível recorde para o mês, de 13,789 bilhões de reais.
No acumulado do ano, a economia para o pagamento de juros somou 91,979 bilhões de reais, o que corresponde a quase 80 por cento da meta de 117,9 bilhões de reais estabelecida para este ano, mostraram dados divulgados pelo Banco Central nesta sexta-feira
http://br.reuters.com/article/domesticNews/idBRSPE77P0A420110826

EDUCAÇÃO: LUTA POR MELHORES CONDIÇÕES DE ENSINO E TRABALHO
Folha
Marcha em SP pede 10% do PIB para a educação
Manifestantes participam da Marcha da Educação, na tarde deste sábado, em São Paulo. Eles saíram do vão do Masp, na avenida Paulista e seguiram em direção ao prédio da Secretaria de Educação do Estado, na praça da República, onde chegaram por volta das 16h50, segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/966352-marcha-em-sp-pede-10-do-pib-para-a-educacao.shtml

ASP
Na rede pública do Sudeste, seis em dez alunos não sabem calcular o troco
http://www.agora.uol.com.br/saopaulo/ult10103u965562.shtml

Lembrando:
Folha
Professores e funcionários da Unifesp protestam na av. Paulista
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/964565-professores-e-funcionarios-da-unifesp-protestam-na-av-paulista.shtml

IMPOSTO SOBRE GRANDES FORTUNAS
DR
Quem ganha mais, paga mais – por Mair Pena Neto
Crise global é oportunidade para o Brasil finalmente levar adiante o Imposto sobre Grandes Fortunas, previsto na Constituição, e aplicado em outros países.

Imposto sobre grandes fortunas já existem em outros países, na Europa principalmente, e não seria nenhuma novidade brasileira. Infelizmente, por aqui, o próprio governo diz que a criação do tributo não está em discussão, embora uma reforma tributária esteja na ordem do dia. Que o que acontece agora nos EUA e na Europa ajude a quebrar resistências e que o Brasil adote uma tributação mais justa e progressiva para fazer valer a velha e irrefutável máxima de que quem ganha mais, paga mais
http://www.diretodaredacao.com/noticia/quem-ganha-mais-paga-mais

DESCONTOS NA MENSALIDADE DE CONVÊNIO PARA QUEM CUIDAR DA PREVENÇÃO À SAÚDE
Jornal da Tarde
Mais uma piada nos planos de saúde – por Josué Rios
Quem cuidar da prevenção à saúde, a partir de agora, vai ter descontos na mensalidade dos convênios médicos. Isto é o que diz norma da Agência Nacional de Saúde Suplementar(ANS)que acaba de entrar em vigor. Pura piada
http://blogs.estadao.com.br/advogado-de-defesa/mais-uma-piada-nos-planos-de-saude/

INTERNACIONAL
BBC
Rebeldes prometem normalizar situação de Trípoli
Em uma entrevista, a primeira do CNT na capital desde o início dos confrontos há seis meses, Mahmoud Shamman prometeu que o diesel necessário para retomar o fornecimento de eletricidade e água na capital da Líbia deve chegar no domingo e eles pretendem conseguir trazer suprimentos pelo mar
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/08/110827_libia_atualiza_fn.shtml

BBC
Análise: Quem liderará a Líbia pós-Khadafi? – por Paul Wood
O júbilo inicial em Benghazi, que virou a “capital rebelde” logo no início da ofensiva dos insurgentes contra o regime de Khadafi na Líbia, deu lugar à ansiedade.

A expectativa é que a futura liderança da Líbia se forme a partir do atual Conselho de Transição Nacional (CTN), formado pelos rebeldes em Benghazi no início do levante.

Mas isso ainda deixa em aberto a questão de quem seria o novo líder líbio após 42 anos de supremacia do coronel Khadafi.

Os olhos estão sobre o presidente do Conselho, Mustafa Abdul Jalil. Ex-ministro da Justiça, ele tem reputação de integridade e goza de prestígio tanto no leste quanto no oeste do país
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/08/110824_libia_governo_pu.shtml

BBC
Vídeo: A piscina da mansão da filha de Khadafi
http://www.bbc.co.uk/portuguese/videos_e_fotos/2011/08/110827_libia_piscina_rc.shtml

FURAÇÃO IRENE
G1
Nova York amanhece sob tempestade e com ruas vazias
Transporte público foi interrompido e poucas pessoas se arriscam a sair.
Casas sem energia e árvores caídas formam novo cenário da cidade
http://g1.globo.com/furacao-irene/noticia/2011/08/nova-york-amanhece-sob-tempestade-e-com-ruas-vazias.html

ESPORTES
RICARDO TEIXEIRA

OB
A mídia e o ditador (da CBF) – por Luciano Martins Costa
Segundo notícias esparsas publicadas principalmente por blogs de jornalismo esportivo, o governo federal vem pressionando a CBF, e especificamente seu eterno presidente, Ricardo Teixeira, por causa de suspeitas em relação a obras para a Copa do Mundo de 2014.

Também correm notícias, segundo lembra a edição de sexta-feira (26) da Folha, de que têm havido desentendimentos entre o todopoderoso comandante do futebol brasileiro e o governo federal – o jornal paulista cita dificuldades no relacionamento dele com a presidente Dilma Rousseff e com o ministro do Esporte, Orlando Silva.

Não seria difícil imaginar os efeitos de uma “faxina” – dessas que a imprensa defende nos ministérios – em cima da CBF e de Ricardo Teixeira
http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/a-midia-e-o-ditador-da-cbf

JR
Vídeo: Torcedores preparam protesto contra Ricardo Teixeira no Rio
Os protestos estão previstos para esse fim de semana, e devem marcar a rodada do Campeonato Brasileiro de futebol. As torcidas organizadas pretendem distribuir 120 mil panfletos contra o presidente da CBF. No material, que será distribuído, os torcedores pedem mais transparência na administração do futebol brasileiro
http://noticias.r7.com/videos/torcedores-preparam-protesto-contra-ricardo-teixeira-no-rio/idmedia/4e5968fdb51a430fba98f006.html

29/08/2011

Steve Jobs e os deslumbrados pela Apple

Por Fernando Vives, CartaCapital

Elogios após o anúncio da aposentadoria do executivo fazem dele quase um Moisés do mundo moderno, com os gadgets no lugar dos mandamentos

Quando a notícia da aposentadoria de Steve Jobs percorreu a internet no fim da tarde da última terça-feira (24), faltou pouco para muitos applemaníacos estragarem seus ipads ao derramar-lhes as mais sentidas lágrimas. Steve Jobs, atualmente o mais cultuado homem de negócios do planeta, deixou o cargo de CEO da Apple para cuidar de sua saúde – aos 55 anos, sofre de um tipo raro de câncer de pâncreas e já passou por transplante de fígado.

Boa parte dos grandes portais do Brasil e do mundo trataram a aposentadoria de Jobs nas principais manchetes, o mesmo espaço que seria usado em caso de morte de presidentes de países importantes. A idolatria ao chefão da Apple também é endossada por comentaristas de tecnologia. Um importante (e, normalmente, acima da média) articulista do ramo declarou em seu blog que “Steve Jobs é o John Lennon” de nossa geração. Mais que exagerada, compare-se abacaxi com galinha.

Leia também:
USP de São Carlos quer ser referência em robótica
Chineses querem controlar dissidentes na internet
Empresas fazem campanha para redução do uso de energia

Houve também quem dissesse que a aposentadoria é mais uma chance para Steve Jobs “se mostrar genial”, num caso clássico de tietagem mais próximo de fãs clubes do que de imprensa especializada. Outra frase pinçada: “Ao renunciar ao cargo, ele (Jobs) deu apenas uma demonstração de lucidez” e que a aposentadoria “traria nova dimensão à sua genialidade”. Lucidez em relação a quê é impossível entender, uma vez que o guru deixou o cargo exclusivamente por conta dos graves problemas de saúde pelos quais enfrenta.

Jobs é, de fato, um cara muito talentoso e isso não se discute. Ele fundou a Apple em 1976 e foi um dos responsáveis por diminuir o tamanho dos microcomputadores, fato que permitiu a invasão deste aparelho pelo mundo corporativo ainda nos anos 1970 e, a partir da década seguinte, as casas dos Estados Unidos e do mundo. A Apple quase faliu quando ele deixou a empresa, mas, com sua volta já nos anos 1990, ela se tornou referência com os Macintosh e, na última década, com os ipods, iphones e ipads. Hoje as marcas de aparelhos eletrônicos seguem sempre a tendência lançada pela Apple.

E esses não são os únicos fatores que fazem o ex-CEO ser retratado como uma espécie de Moisés do mundo corporativo, com seus gadgets no lugar dos mandamentos. Ele é bom no gogó e fez apresentações muito empolgadas no lançamento de seus produtos. Usa sempre as mesmas roupas pretas e tênis simples, vendendo uma imagem limpa e cool de si, a mesma que dá aos seus aparelhos.

O problema é que o gênio high tech também tem feitos discutíveis, o que foi amenizado (ou esquecido) nas epígrafes sobre sua carreira.

O primeiro é que, apesar da qualidade dos aparelhos que produz, a Apple vai exatamente de encontro às tendências open source da tecnologia atual. É como se você comprasse um carro de uma marca e fosse obrigado a comprar todos os equipamentos dele como bancos, rádio, pneus e combustível exclusivamente fabricados pela mesma marca. E só conseguisse comprar estes equipamentos nas lojas da fabricante do carro. A Apple é assim. Enquanto várias empresas concorrentes usam sistemas que, em parte, podem ser modificados e aprimorados por usuários, a Apple é totalizadora das tecnologias e dos direitos em usar seus sistema.

Os beatos de Steve Jobs também não falam que sua empresa mantém parceria com a fábrica taiwanesa Foxconn, terceirizada que produz os componentes da Apple. A Foxxconn virou notícia mundial por conta dos altos índices de suicídio entre funcionários no ano passado. Entre janeiro e maio de 2010, 16 empregados da fábrica tiraram a própria vida, a maioria dos quais se atirando do alto da sede da empresa. Como boa parte das fábricas da China e de Taiwan, a Foxxconn, segundo amplamente veiculado pela imprensa, tem uma gestão considerada militarizada, na qual os funcionários da linha de produção trabalham demais e ganham pouco, normalmente em condições aviltantes de trabalho. A Apple, assim como Dell, Nokia e Sony, que também terceirizam a produção com a Foxxcom, seleciona muito imprudentemente as empresas com as quais trabalha.

Parece que, de alguma forma, Steve Jobs tem outro mérito indiscutível: sua capacidade de fazer com que analistas de tecnologia se transformem em fãs e releguem a segundo (ou nenhum) plano os temas polêmicos de sua carreira. Talvez nem John Lennon tenha alcançado tal feito.

28/08/2011

VEJA passou recibo do crime

Artigo sugerido por Nelba Nycz, do midiacrucis

Por LEN

Antes de publicar a edição dessa semana, a revista VEJA já tinha se complicado com a  denúncia de José Dirceu. Foi aberto boletim de ocorrência no 5º distrito policial de Brasília, que conta com o depoimento da camareira e do chefe de segurança do hotel. Na edição dessa semana, por burrice ou amadorismo, a revista produz prova robusta contra si mesma.

Com a denúncia de tentativa de invasão e falsidade ideológica pesava contra a revista apenas o fato do jornalista estar a seu serviço, o que poderia ser justificado com a alegação que o seu contratado agiu por conta própria, sem o aval da direção, mas ao usar as imagens obtidas pelo repórter, a VEJA assume cumplicidade e beneficiamento com os crimes conhecidos.

Na reportagem que fez com acusações contra José Dirceu, a VEJA afirma que “obteve” imagens de circulação do hotel, dando a entender que se tratava de imagens da câmera de segurança, só não admitiu que obteve imagens ilegalmente através de equipamento instalado pelo seu jornalista.

Vamos aos fatos: quando me deparei com as imagens, vi na hora que não se tratava de imagem de câmera de segurança interna, pois estas não apresentam data e horário, tem resolução baixa para câmeras normalmente usadas para esse fim e o posicionamento e foco que não privilegiam a tomada de todo o corredor, mas apenas de quem passava por ela.

A câmera que foi usada pelo repórter da Veja provavelmente é uma mini-câmera espiã wi-fi ( imagem abaixo) que pode ser instalada facilmente pois não precisa de fios ligando ao monitor que recebe as imagens. Ela tem uma fonte que pode ser facilmente instalada na fiação de um suporte de luz por algum funcionário da manutenção do hotel, regiamente pago para a função.

A câmera infravermelho acima ( à esquerda), por ter tamanho reduzido, é específica para espionagem e não possui leds IV, e diferente de câmeras usadas em segurança ( acima à direita) que tem uma quantidade desses leds para fornecer a iluminação que vai ser usada para captar as imagens, ela não “enxerga” no escuro como as câmeras comuns e precisam de alguma luz branca para captação de imagens.

Analisando as imagens da VEJA, percebe-se com facilidade se tratar de uma mini-câmera para espionagem. Câmeras de segurança, por ter fonte de luz IV própria, não são instaladas próximas à anteparos de iluminação, pois o reflexo da luz branca atrapalha. As imagens divulgadas pela VEJA identificam que a câmera usada para captá-las estava instalada junto ao anteparo de luz. Eles usam normalmente esse artifício para ocultar o equipamento, ter uma fonte de luz e energia para ligar a câmera. Perceba na imagem abaixo, os reflexos nas cabeças de José Dirceu e Fernando Pimentel que estão mais próximos a câmera, demonstrando que foi ocultada em um anteparo de luz.

As provas que a VEJA produziu contra si mesma agravaram a sua situação, agora além de tentativa de invasão de domicílio e falsidade ideológica, existe a confissão de invasão de privacidade, não só de José Dirceu e os políticos mostrados, mas de todos os hóspedes desse andar e dos funcionários do hotel.

Apesar da vergonhosa operação abafa ( Omertá tupiniquim) movida pelos principais veículos de comunicação, que demonstra um corporativismo criminoso ( se não for rabo preso por culpa no cartório), ainda restam aos atingidos, como o PT, acionar a Polícia Federal e o Procurador Geral da República por se tratar de um crime ainda mais grave quando atinge ministros de estado e põe em risco o estado democrático de direito.

Não sei quanto a vocês amigos, mas esse que vos escreve já está cheio desses abusos, é hora de dar um basta. A minha esperança se renova quando presencio manifestação do deputado Paulo Pimenta no twitter, que apesar de não ser do grupo do ex-ministro José Dirceu, exigiu do presidente José Eduardo Dutra, que o partido tome providências drásticas. Nem tudo está perdido, o deputado mostra que ainda restou algo da velha combatividade do PT.

Este artigo foi escrito por

LEN

LEN

que é autor de 405 artigos no Ponto e Contraponto.

Químico, microempresário, libertário de esquerda sem filiação partidária, sem preconceitos, agnóstico, respeito o contraditório, flamenguista, cachorreiro, ultramaníaco e apaixonado há 22 anos pela mesma mulher, Cris, companheira de uma vida.

 

28/08/2011

O ponto sem retorno de Veja

Artigo Sugerido por Dani Tristão, do RioBlogProg

Por Luis Nassif

Veja chegou a um ponto sem retorno. Em plena efervescência do caso Murdoch, com o fim da blindagem para práticas criminosas por parte da grande mídia no mundo todo, com toda opinião esclarecida discutindo os limites para a ação dá mídia, ela dá seu passo mais atrevido, com a tentativa de invasão do apartamento de José Dirceu e o uso de imagens dos vídeos do hotel, protegidas pelo sigilo legal.

Até agora, nenhum outro veículo da mídia repercutiu nenhuma das notícias: a da tentativa de invasão do apartamento de Dirceu, por ficar caracterizado o uso de táticas criminosas murdochianas no Brasil; e a matéria em si, um cozidão mal-ajambrado, uma sequência de ilações sem jornalismo no meio.

Veja hoje é uma ameaça direta ao jornalismo da Folha, Estadão, Globo, aos membros da Associação Nacional dos Jornais, a todo o segmento da velha mídia, por ter atropelado todos os limites. Sua ação lançou a mancha da criminalização para toda a mídia.

Quando Sidney Basile me procurou em 2008, com uma proposta de paz – que recusei – lá pelas tantas indaguei dele o que explicaria a maluquice da revista. Basile disse que as pessoas que assumiam a direção da revista de repente vestiam uma máscara de Veja que não tiravam nem para dormir.

Recusei o acordo proposto. Em parte porque não me era assegurado o direito de resposta dos ataques que sofri; em parte porque – mostrei para ele – como explicaria aos leitores e amigos do Blog a redução das críticas ao esgoto que jorrava da revista. Basile respondeu quase em desespero: “Mas você não está percebendo que estamos querendo mudar”. Disse-lhe que não duvidava de suas boas intenções, mas da capacidade da revista de sair do lamaçal em que se meteu.

Não mudou. Esses processos de deterioração editorial dificilmente são reversíveis. Parece que todo o organismo desaprende regras básicas de jornalismo. Às vezes me pergunto se o atilado Roberto Civita, dos tempos da Realidade ou dos primeiros tempos de Veja, foi acometido de algum processo mental que lhe turvou a capacidade de discernimento.

Tempos atrás participei de um seminário promovido por uma fundação alemã. Na mesa, comigo, o grande Paulo Totti, que foi chefe de reportagem da Veja, meu chefe quando era repórter da revista. Em sua apresentação, Totti disse que nos anos 70 a revista podia ser objeto de muitas críticas, dos enfoques das matérias aos textos. “Mas nunca fomos acusados de mentir”.

Definitivamente não sei o que se passa na cabeça de Roberto Civita e do Conselho Editorial da revista. Semana após semana ela se desmoraliza junto aos segmentos de opinião pública que contam, mesmo aqueles que estão do mesmo lado político da publicação. Pode contentar um tipo de leitor classe média pouco informado, que se move pelo efeito manada, não os que efetivamente contam. Mas com o tempo tende a envergonhar os próprios aliados.

Confesso que poucas vezes na história da mídia houve um processo tão clamoroso de marcha da insensatez, como o que acometeu a revista.

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-ponto-sem-retorno-de-veja?utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter

27/08/2011

Não dê propina que a corrupção acaba!

Por Sérgio Luís Bertoni

Dados recentes mostram que aumentou o número de servidores expulsos do serviço público federal por envolvimento em atos de corrupção. Em 2011 já ocorreram 328 expulsões, recorde histórico para os períodos de janeiro a julho.

Segundo a Polícia Federal, até agosto de 2011 foram presos 392 corruptores, entre empresários, intermediários e laranjas, sendo que a quantidade de corruptores algemados é mais do que o dobro de servidores detidos (143).

No sistema capitalista há regras claras, as chamadas regras de mercado. Elas são as verdadeiras leis de qualquer país. E como vivemos em um país capitalista, deveríamos saber o que as regras de mercado nos dizem: Só há produto à venda (oferta) quando há procura (demanda).

Relações de compra e venda trazem em si a ideia de troca em busca de vantagens. O tamanho destas vantagens é diretamente proporcional à capacidade de negociação dos agentes nelas envolvidos.

E se a regra básica de um sistema é que tudo é mercadoria, então não há porque se espantar com empresários, cidadãos e políticos transformados em mercadorias. Simplesmente seguem as regras do capitalismo. Ou será que não vivemos em um país capitalista?

No processo de corrupção sempre há dois lados. O lado que compra (corruptor) ou a demanda, em “mercadologuês”, e o que vende (corrupto) ou oferta, na língua do mercado.

Corrupto e corruptor, ambos estão fora da lei. Mas é fácil só culpar só um dos lados, principalmente quanto a caça aos corruptos e corruptores possa representar, note-se bem, possa representar, a caça de um lado que até então estava impune ou aponte para um possível fim no círculo vicioso de mamatas com dinheiro alheio.

Não nos esqueçamos, porém, que quanto mais se combater a corrupção, mais parecerá que ela existe. Quanto mais a escondermos, a jogarmos para debaixo do tapete, mais teremos a sensação de que não há corrupção.

Infelizmente, em toda a história de nosso país houve corrupção, independentemente do partido, raça, cor, credo, opção sexual dos governantes de plantão.

Esquecemos dos espelhinhos? Pois, os espelhos e bugigangas que os portugueses deram aos nativos é o primeiro ato de corrupção registrado na história do Brasil.

A diferença entre os distintos governos está no combate ou não da corrupção. Em alguns poucos governos houve real combate à corrupção. Em outros o estímulo. Em terceiros, encobertamento. Em quartos a repressão à Liberdade de Expressão e ao Livre Debate. Nestes últimos havia corrupção, mas ninguém podia falar nela. Ia pra cadeia, sem julgamento.

O Instituto Ethos tem uma campanha publicitária muito interessante que chama o empresariado a combater a corrupção, sendo ético e deixando de participar de negociatas que terminem em uso indevido do dinheiro público.

Repito. Só há produto a venda, quando há procura. Sem isso o “lojinha” fecha.

Se não aceitarmos dar propinas e pararmos com a prática de querer tirar vantagem em todo e qualquer projeto governamental, os corruptos deixarão de existir.

Provavelmente, nos primeiros momentos será difícil viver do próprio trabalho, do próprio esforço, do próprio empreendedorismo, mas no longo prazo valerá muito a pena e o verdadeiro Custo Brasil será drasticamente reduzido.

Façamos a nossa parte. Não aceitemos negociar com políticos e empresários que nos proponham esquemas que garantam ganhos fáceis através do desvio de dinheiro público ou privado.

27/08/2011

O desespero de uma mídia decadente

É impressionante a capacidade que determinados panfletos da oligarquia brasileira tem de baixar o nível. Os caras não tem limites e não se tocam que não vivemos mais em 1960.

A Guerra Fria acabou, mas nossa elite nem sabe que ela começou. Sim, não sabe, pois vive ainda na Idade Média. Não viram a Revolução Francesa, também conhecida como Revolução Burguesa.

Que políticos e empresários, corruptos e corruptores sejam investigados e a verdade dos fatos e só a verdade dos fatos seja publicada é mais que louvável. Porém, essa sanha falso moralista, genuinamente udenista e golpista, de parte da imprensa em criar factóides e se valer de qualquer método para justificar seus postulados ideológicos é repudiável.

O que a Veja pratica é pior ainda, pois é clara demonstração de desespero de um veículo que já foi o mais influente do país e que gerou milhões em lucros para família Civita, mas que hoje se encontra em franca decadência por ter optado ser um panfletinho murdoquiano, ser o tea party brasileiro. Esqueceram completamente da notícia. Chafurdam no factóide, pois creem que é isso que a classe média quer engolir.

Tentam invadir um quarto de hotel e soltam esta capa que vocês podem conferir acima. É a velha tática de atacar para se defender.

Notem que o fato com José Dirceu ocorre na mesma semana em que o Deputado Federal Vicentinho (PT-SP) é comunicado pela Justiça que o semanário Veja abriu contra ele um processo por crime de calúnia e difamação, que teria sido praticado pelo deputado contra o semanário.

Vale perguntar:

- Quem é o poderoso chefão?

- Quem é o verdadeiro mafioso nessa história, hein?

- Quem realmente pratica calúnia e difamação?

Não defendemos aqui José Dirceu, porque o mesmo tem muitas condições de defender-se sozinho.

Condenamos, contudo, os atos de Veja e seus repórteres que jogam na lata do lixo o verdadeiro jornalismo e a legalidade em nome da sanha ideológica que fede a fascismo.

Condenamos esta política informacional de 2 pesos e 2 medidas.

Condenamos esta atitude desesperada de criminalizar tudo e todos que tenham alguma ligação com a esquerda ou com os movimentos sociais e populares ao mesmo tempo que endeusa tudo que vem do Capital, não importando os crimes que este e seus defensores estejam cometendo.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 325 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: