Archive for janeiro 5th, 2012

05/01/2012

Mas quem é Lukashenko? Onde fica a Belarus?

Por Sérgio Bertoni, TIE-Brasil

A Belarus ou Rússia Branca é um estado europeu localizado a oeste da Rússia e a leste da Polônia, tendo fronteira setentrional com a Lituânia e Letônia e meridional com a Ucrânia. Se considerarmos a Rússia como parte da Europa, então a Belarus é uma estado cravado bem no centro da Europa.

É chamada de Rússia Branca, pois teria sido a única parte do Império Russo não ocupada pelos tártaro-mongóis que dominaram a Rússia por mais de 4 séculos.

Aleksander Lukashenko, o “presidente” da Belarus, é um ditador desvariado apoiado por Moscou. A Belarus é usada como campo de provas onde são testadas as medidas autoritárias soviético-capitalistas do czar Putin e sua camarilha. Muitos esquerdistas ocidentais se deixam levar pelo discurso pseudo-socialista e pseudo anti-norteamericano de Lukashenko. Não passa de retórica barata para iludir o incautos e as viúvas de Stálin que adoram levar porrada do regime e da polícia secreta que, na Belarus, ainda se chama KGB. Na prática Lukashenko está mais para um Hitler sem exército que para Stálin. Seu discurso é nacional-socialista. Lembremos que o partido de Hitler era Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães, ou Nationalsozialistische Deutsche ArbeiterparteiNSDAP, em alemão, cuja redução fonética gera o termo Nazi ou Nazista. Hilter se dizia contrário ao capitalismo e ao socialismo…

Em 1995, este humilde blogueiro e ex-metalúrgico teve a honra de ser citado por Lukashenko em cadeia Nacional de rádio e  TV, durante a transmissão ao vivo de uma assembleia com mais de 3000 pessoas, convocada especialmente para denunciar o Brasil e a Suécia de conspirarem contra a “soberania” da Belarus.

A coisa foi hilária, própria do surrealismo soviético. No dia anterior à referida assembleia, havia eu participado da reunião plenária da direção da Federação dos Sindicatos da Belarus (FPB em russo). Um agente da KGB estava presente na reunião. E aí começa a diversão.

05/01/2012

Internet sofre mais um ataque da censura. Agora é na Belarus do ditador Lukashenko.

Por Katytasv, do BlogProgSP

Uma nova lei na Bielorrússia está causando polêmica em meio a tentativas de regulação da internet em diferentes partes do mundo. O governo vai pôr em vigor restrições sobre visitas a sites estrangeiros por cidadãos bielorrussos e residentes no país. A partir desta semana, a violação desta regra poderá ser reconhecida como delito e punida com multas de valores variados, de até US$ 125. Censura já é comum no país.

Segundo a Biblioteca do Congresso Americano, a lei exige que todas as empresas e cidadãos registrados como empresários usem apenas domínios domésticos para a prestação de serviços on-line como a venda de qualquer produto físico ou virtual e toda a sua negociação. Além disso, apenas endereços de e-mail locais serão autorizados a prestar serviços on-line. Empresas que têm domínio .by (sufixo bielorrusso) mas tem sites hospedados foram do país estarão sob suspeita e investigação. Sites serão obrigados a reter dados dos usuários e informações dos acessos “por segurança”.
Ou seja, nenhum negócio poderá ser realizado por meio da internet se o prestador de serviços está usando sites localizados fora da Bielorrússia como Google, Facebook, eBay, Amazon, entre outros gigantes de internet.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 326 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: