Posts tagged ‘Tudo para a Família’

12/02/2012

Os riscos que o gerencialismo pode trazer ao governo Dilma

Do Blog Luis Nassif Online

O artigo de Aldo Fornazieri no Estadão de ontem (http://bit.ly/za0W1x) , a excelente reportagem de André Barrocai, na Carta Maior (http://bit.ly/zkrTDB), abrem o debate sobre um tema que já abordei rapidamente aqui em várias ocasiões (http://bit.ly/A9cvAr http://bit.ly/xKxZiq): o gerencialismo na política.

Para clarear o debate: ferramentas de gestão são imprescindíveis em qualquer estilo de governo, mais político ou mais técnico. Já por gerencialismo entenda-se o estilo de governar baseado exclusivamente em critérios técnicos definidos por grupos técnicos fechados a qualquer forma de construção coletiva que possa colocar em risco os objetivos racionais da gestão.

Os dois artigos são importantes para alertar para vulnerabilidades do estilo Dilma.

10/02/2012

Rossoni prefere privatizar TI da AL ao invés de utilizar software livre da Celepar

Do Blog do Tarso

Cassio Taniguchi, presidente do Conselho de Administração da Celepar, e
Valdir Rossoni, presidente da Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa do Paraná, presidida por Valdir Rossoni (PSDB), pretende jogar no lixo R$ 24 milhões de dinheiro público para que uma empresa privada construa e implante softwares para “modernização administrativa e da gestão legislativa”. Parte da contratação é de uma “rede social corporativa”, uma espécie de Facebook e Twitter privativo da Assembleia.

Por que a AL não contrata a Companhia de Informática do Paraná – Celepar, empresa estatal do Paraná na área de Tecnologia da Informação e Comunicação, para produzir os softwares, em software livre?

O receio é que haja uma atuação de Rossoni e do governo Beto Richa (PSDB), para fragilizar a Celepar e o software livre.

E para que gastar tanto dinheiro para fazer uma rede social?

Com a palavra o Rossoni!

08/02/2012

Concessão de aeroportos alcançou 73% do valor da Telebrás, mas…

Do  Blog da Cidadania

Um rápido olhar sobre a concessão – não houve venda – dos principais aeroportos do país pela soma impressionante de 24 bilhões de reais e durante prazos que vão de 25 a 30 anos (após o que os concessionários terão que renegociar ou entregá-los) sugere que ao menos um pecado não foi cometido nesse negócio: não foi feito a preço vil.

Para que se consiga mensurar o valor impressionante alcançado pelo arrendamento dos aeroportos a prazo fixo, a venda do controle acionário do sistema Telebrás, em 1998 – um negócio que entregou para sempre toda a estrutura e direitos de exploração das telecomunicações –, arrecadou míseros 19 bilhões de dólares, à cotação da época, o que, à cotação de hoje, significariam cerca de 33 bilhões de reais.

E nem vamos falar da privatização da Vale para não ficarmos nervosos.

07/02/2012

“Dilma, eu não me engano, privatizar é coisa de tucano”

“Dilma, eu não me engano, privatizar é coisa de tucano”, entoam manifestantes em frente à Bovespa

CUT, CMP, CGTB, Sindicatos e partidos populares se somaram no ato contra a privatização dos aeroportos e em defesa do patrimônio público

Por Leonardo Severo, no site da CUT

“Dilma, eu não me engano, privatizar é coisa de tucano”, entoaram nesta segunda-feira (6) manifestantes concentrados em frente à Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), contrários ao processo de privatização dos aeroportos.

O protesto reuniu militantes do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (SINA), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central de Movimentos Populares (CMP), Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Partido dos Trabalhadores (PT) e Partido Pátria Livre (PPL), que se pronunciaram contra a entrega do patrimônio público nacional. A privatização dos aeroportos de Cumbica, em Guarulhos, de Viracopos, em Campinas, e Juscelino Kubitschek, em Brasília, que juntos respondem por 30% da movimentação dos passageiros, 57% da carga e 19% das aeronaves do sistema brasileiro foi denunciada como um “crime de lesa-Pátria”.

07/02/2012

Dilma rasga o discurso de campanha

O erro da privatização dos aeroportos

Por Altamiro Borges, em seu blog

Em um ano de governo, a presidenta Dilma Rousseff mostrou-se pouco ousada, mas não bancou retrocessos de maior gravidade. Nesta segunda-feira (6), porém, ela macula o seu mandato com o leilão para a “concessão” de três dos mais rentáveis aeroportos do país – Guarulhos, Campinas e Brasília. O seu discurso antiprivatista de campanha, que acuou os tucanos, será jogado pelo ralo.

Os argumentos usados para justificar a privatização não convenceram os trabalhadores do setor, os movimentos sociais e vários estudiosos desta matéria estratégica. Fala-se da ausência de recursos públicos para modernizar os aeroportos e da urgência de investimentos para atender a crescente demanda do setor. A Copa do Mundo e as Olimpíadas são apontadas como motivos da pressa no leilão.

A desculpa da falta de recursos

Como já apontou o economista Paulo Kliass, a desculpa da falta de verbas para os investimentos necessários não tem consistência:

20/01/2012

Lançamento de “A Privataria Tucana” em Curitiba repercute nos blogs e redes sociais

O lançamento do livro “A Privataria Tucana”  que ocorreu ontem em Curitiba, contando com a presença de mais de 300 pessoas, também mostrou a força das redes sociais e blogs. Assim como o livro, o evento foi divulgado somente na Internet, rompendo mais uma vez a blindagem que a velha mídia faz ao assunto.

Vários Tuiteiros acompanharam o debate que foi transmitido ao vivo. Foram várias interações de internautas de todo o Brasil, comentando e sugerindo perguntas ao jornalista Amaury Ribeiro Jr.:

20/01/2012

Direção de TV estatal paranaense demite funcionários

A direção da TV Educativa do Paraná, que hoje praticamente só retransmite a programação da TV Cultura de São Paulo, mas insiste em chamá-la de É Paraná, está fazendo uma limpa nos quadros funcionais.

Sob a desculpa de se livrar dos incômodos gerados pelo caso Derosso, a ex-TV do povo paranaense, demitiu também outros 30 profissionais.

Da CBN-Curitiba:

Emissora de TV do governo, É Paraná, demite a jornalista Cláudia Queiroz

Filipi Oliveira

A TV do governo, É Paraná, a antiga TV Educativa, vai demitir a jornalista Cláudia Queiroz Guedes, mulher do presidente licenciado da Câmara Municipal de Curitiba, João Cláudio Derosso (PSDB). Além dela, pelo menos outras 30 pessoas também foram mandadas embora no corte feito pela emissora.

Clique aqui para ouvir o áudo desta reportagem

20/01/2012

Amaury Ribeiro Jr. desmente Álvaro Dias em entrevista à CBN-Curitiba

da CBN:

Autor de “A Privataria Tucana” diz que Banestado era o maior esquema de lavagem de dinheiro

Leonardo Bessa
O autor do livro “A Privataria Tucana”, que denuncia fraudes nas privatizações do governo Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, afirma que nunca se desviou tanto dinheiro quanto na época do extinto Banco do Estado do Paraná, o Banestado.

Clique aqui para ouvir a íntegra da entrevista concedida por Amaury Ribeiro Jr à rádio CBN-Curitiba

20/01/2012

Novidades de Amaury: CD, cartilha em quadrinhos e “Privataria II”

“O pessoal do MST me pediu licença para editar uma versão do livro para as crianças e adolescentes, em forma de história em quadrinhos. É claro que eu dei a licença. E tem mais novidade. Vai sair o CD do Privataria com músicas que fiz a alguns anos e que precisam de uns ajustes”, revelou Amaury durante o debate realizado na noite de 19/01 em Curitiba.

Alguém lembrou que a privataria tucana não acabou mas continua avançando no Paraná e em outros estados através da “terceirização” da saúde e da cultura, decidida com apoio de deputados aliados do governador Beto Richa sem ouvir em nenhum momento a população. Propõe-se entregar um relatório completo do processo dessa votação, acompanhado dos nomes dos deputados e das empresas que apoiaram suas campanhas eleitorais (obtidas no TRE),  para o Amaury incluí-lo no “Privataria II”, em elaboração.

Amaury afirmou que só escreve com fatos e documentos que provem as denúncias, cabendo às entidades fazer os documentos chegarem até ele.

Os presentes quiseram saber se Amaury acha que a CPI da Privataria sai ou não sai.

“Depende da pressão popular. O livro sozinho já tem dados e informações documentais mais que suficientes”, responde Amaury que, humoradamente, completa: “Meu filho é ‘filho’ do Banestado. Foi feito em Nova Iorque por causa do Banestado. É a minha CPI e vou voltar a ela no Privataria II”.

Ao final do debate  formou-se uma fila para os autógrafos, incrivelmente organizada.

“Êita povo prá gostar de fila, sô”, brincou Amaury, pegando a caneta para autografar dezenas de exemplares.

Vendendo dez exemplares de uma vez para um dirigente da associação dos ex-funcionários do privatizado Banestado, William diz que “Curitiba lançou a ideia e o bloqueio da mídia e das redes de livrarias está sendo vencido pelos convites para as dezenas de atos iguais a este que acabamos de assistir.”

20/01/2012

Lançamento de “A Privataria Tucana” em Curitiba reúne mais de 300 pessoas

O lançamento do livro “Privataria Tucana”, com a presença do autor, jornalista Amaury Ribeiro Jr. foi um sucesso: reuniu mais de 300 pessoas na noite de 19/01/2012 no auditório do SISMUC – Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Municipais de Curitiba.

O evento foi organizado por ParanáBlogs, Sismuc, Geração Editorial, Sindicato dos Bancários, SENGE-PR, SindiSaúde, CUT-PR e TIE-Brasil.

Já no inicio da “noite de autógrafos”, William Novais, da Geração Editorial, comemorava a venda de mais de 120 exemplares até aquele momento. “Em São Paulo foram 200, mas no final. Curitiba é bem menor e está dando show, já de saída” – afirmou William.

Muita gente já trazia o livro de casa, comprado nas livrarias que deixaram a solidariedade tucana para lá e lucram com o novo “best seller”.

No salão do evento os presentes se revezavam e se espremiam para ouvir as respostas bem humoradas de Amaury às perguntas feitas. Uma delas partiu de um médico brasileiro residente em Houston, Texas, que pode participar graças a transmissão ao vivo pela Internet.

O paranaense Amaury surpreendeu os participantes com o tom informal e até irreverente com que se dirigiu à atenta platéia.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 325 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: