Archive for abril 18th, 2011

18/04/2011

Superação da organização de SP: evento de maior audiência dos blogueiros progressistas

Por Sérgio Telles, do RioblogProg

Ir ao I Encontro Estadual dos Blogueiros Progressistas de SP, para mim, reunia um misto de várias sensações, muitas ligadas ao prazer de estar entre vários de meus melhores amigos, outras no sentido de conferir o resultado após uma odisséia de trancos e barrancos, muitas idas e vindas, quase desistência em diversos momentos, viradas de noite seguidas de diversos organizadores, enfim, uma verdadeira vitória de quem realmente assumiu o compromisso e o honrou com toda a dedicação.
O resultado foi simplesmente maravilhoso.

Sexta ainda estava no Rio, pude acompanhar a abertura por streaming, exceto o pocket show do excelente Fabrício Ramos, que já conhecia pelos shows que ele sempre oferece à militância por Twitcast. Reconhecido pela própria organização, a ausência de uma atividade de maior conteúdo e o trânsito caótico de SP tornaram a noite de sexta relativamente descartável, pouco efetiva em relação ao trabalho que deu a todos, especialmente considerando que as pessoas trabalham e precisavam deixar tudo pronto.

Cheguei sábado muito cedo, muitas coisas ainda estavam acabando de ficar prontas. A organização tentava superar a dificuldade de ter tido recursos apenas nos últimos dias pra produzir belos materiais, lindas faixas e cartazes que infelizmente não puderam estar disponíveis com antecedência para poder atrair mais pessoas em universidades, em escolas, em sindicatos. Nesse momento, chegavam diversos companheiros de todos os cantos do Brasil, alguns convidados do evento, outros tal como eu, prestigiando a qualidade do que viria pela frente. E veio.

O local, Assembléia Legislativa de São Paulo, mesmo passando por uma reforma, era um maravilhoso local, com estacionamento, estrutura ampla, recursos, que permitiram conforto a todos que compareceram. Fica bem próxima ao Aeroporto de Congonhas e junto ao Parque Ibirapuera, uma região sossegada no meio de uma cidade tão gigante.

Na primeira mesa, Bia Barbosa (Intervozes), Sergio Amadeu (professor) e Rachel Moreno falaram de temas completamente distintos, em explanações com excelente qualidade, todas muito enriquecedoras. A Rachel Moreno destacou-se por expor a opressão da mídia sobre o nosso comportamento social e individual, sobre nossas escolhas. Muito bem pensado ter chamado ela, mostra como devemos combater o “pensamento único” muito além apenas da política, mas em todos os campos, nas artes, cultura, costumes, comportamento, esportes…

Ainda antes do almoço, aconteceu o ponto mais alto do evento, com a presença dos deputados federais Luísa Erundina (PSB) e Paulo Teixeira (PT), além do deputado estadual Antônio Mentor. Falaram do lançamento da Frente Parlamentar Mista da liberdade de expressão e do direito à comunicação, a ser lançada nessa terça-feira (19) em Brasília, bem como de sua versão estadual, que também será implantada. Os parlamentares prestigiaram os presentes com ótimas argumentações. Quando todos já se preparavam pra ir almoçar, eis que adentra o auditório Paulo Henrique Amorim, que chegou de surpresa. Convidado à mesa, Amorim colaborou para que a hashtag #blogprogsp chegasse ao segundo lugar no TrendingTopics Brasil do Twitter e que a transmissão online atingisse a 2500 pessoas simultaneamente, um sucesso absoluto para os padrões de internet e especialmente em eventos de blogueiros progressistas.

Após o almoço excelente, aonde o único senão era uma certa distância em relação ao local do encontro, o que acabou resultando no aumento do atraso das atividades, houve uma mesa com o blogueiro Eduardo Guimarães, os professores Laurindo Leal Filho e Hélio Paz, e, por definição do próprio, debochado Beto Mafra, grande articulador de militâncias virtuais. A mesa foi excelente, com destaque para a apresentação do projeto portoalegre.cc pelo gaúcho Hélio, muito competente em sua explanação.

Para fechar o dia, na verdade já no início da noite, houve o debate sobre Proteção Jurídica na Blogosfera, importantíssimo tema que foi tratado pelo pessoal da ADENTRE, Associação de Direito do Entretenimento e da Comunicação Social, além do juiz Marcelo Semer. O tema é importantíssimo e foi muito bem abordado, segundo os participantes (eu a essas alturas já estava cansado e não acompanhei a maior parte desse debate).

A noite, diversos dos grupos presentes saíram pela agitada noite de São Paulo, que vivia a Virada Cultural. Fui com parte da Comissão Organizadora até o Bar Roda Viva, na Vila Madalena, e foi muito divertido, muita conversa e muitas músicas ao vivo de Chico Buarque.

Domingo começou com a realização de 4 oficinas, sobre temas de grande demanda dos blogueiros e dos ativistas virtuais em geral – sustentabilidade financeira, educação, mídias sociais e comunicação comunitária. As que eu escolhi assistir, Dimas Roque (Notícias do Sertão) fez uma bela exposição sobre como ele mantém na cidade de Paulo Afonso um site com mais de 17 mil visitas diárias, constituindo uma empresa de comunicação, belíssimo exemplo de empreendedorismo. Já a oficina de mídias sociais, apresentada pela incansável e até heróica Paula Marcondes, da Rede Liberdade, pela “russa” Kátia Figueira, do MVPT e pelo corretíssimo Arnóbio Rocha, do Teia Livre, expôs as principais instrumentações dos ativistas virtuais, com excelentes dicas mesmo para usuários experientes, como eu, além de mostrar experiências interessantes que cada um deles representa. As oficinas foram abertas para a escolha livre dos participantes (excelente idéia), todas tiveram um bom público, e tiveram bastante repercussão para a retirada de propostas, que foram levadas à Assembléia final do encontro, que foi realizada a seguir.

Ao final, um balanço do encontro por toda a comissão organizadora e o encerramento que foi no Villa Fiore, almoço seguido de uma ótima roda nos jardins desse restaurante, com muitas fotos, abraços e histórias. Um final gostoso e diferente, muito bom!

Infelizmente, como visitante tive que partir ainda antes do final, a conversa tava boa mas chegava minha hora. Junto com Dimas Roque, fui levado pelo sempre ultra-prestativo Geison Gunnar, da Rede Liberdade, que após fazer um tour pela Av. 23 de Maio nos 2 sentidos, nos entregou no aeroporto e seguiu viagem pra sua casa.

O evento deixou uma ótima impressão, especialmente, pela presença de um grupo de paulistas bastante renovado, muitos projetos que evoluíram significativamente, e mais uma enorme demonstração de força dos blogueiros progressistas, demonstrando que estão muito além de um grupinho que só se junta por motivos eleitorais, como muitos opositores andaram tentando dizer por aí. A força e a união dos blogueiros está cada vez mais intensa, e os grandes e pequenos blogueiros que não estiveram lá, pelos mais diversos motivos, saibam que foram muito bem representados por todos.

Faço uma menção especial ao Cido Araújo, que foi a alma desse encontro, por toda a luta e dedicação, pelos desabafos pessoais e conversas que tivemos ao longo de todo esse tempo até rolar, só quem sabe o que o Cido passou é que percebe como esse evento superou todas as expectativas. Esperamos agora que ocorra mais crença por parte de todos, que a competência os blogueiros possuem, não somos apenas cornetadores virtuais, temos sim muita capacidade de realizar e de prestar serviço à sociedade, como mais uma vez fizemos!

Convido a todos a estar conosco, aqui no Rio, nos dias 6, 7 e 8 de maio, aonde realizaremos o nosso encontro estadual, que está prometendo ser mais um grande evento, um enorme “esquenta” para o encontro nacional, em junho! Inscrevam-se, ajudem a divulgar e participem, façam história junto conosco!

18/04/2011

Governo Kassab censura site de vereador do PT

Sites dos demais vereadores da Câmara Municipal não foram bloqueados.

A gestão do prefeito Gilberto Kassab censurou o site do vereador petista Carlos Neder. Desde a tarde desta quarta-feira (13), servidores públicos municipais não conseguem acessar a página eletrônica do vereador (www.carlosneder.com.br) a partir de computadores instalados nas dependências da Prefeitura.

Ao tentar acessar o site surge na tela uma mensagem que informa o bloqueio do endereço com base na Lei Municipal 14.098/2005, que veda o acesso a endereços que veiculam conteúdo considerado impróprio (sexo, drogas, pedofilia, pornografia, etc).

O sites dos demais vereadores da Câmara Municipal não foram bloqueados.

A censura ao site do vereador ocorreu aconteceu num momento em que Neder vem fazendo diversas investigações relacionadas ao fechamento do Hospital Sorocabana. Aconteceu logo após o vereador ter participado de audiência pública na qual foi constatado por ele que pelo menos 42% do orçamento da saúde na cidade estão comprometidos com a iniciativa privada, por meio de contratos de gestão e de outras modalidades de contratos e convênios.

O vereador Carlos Neder denunciou na tribuna a tentativa de esconder da opinião pública o trabalho sério de investigação que vem sendo realizado pela Câmara Municipal para ser aprofundada mediante a aprovação de uma CPI que ele propôs.

Neder está tomando providências junto à Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Paulo, a liderança do governo na Câmara e ao Executivo para saber de quem partiu a decisão de censurar seu site, enquanto os sites dos demais vereadores permanecem acessíveis. A partir dessas informações, pretende tomar as medidas judiciais cabíveis.

18/04/2011

Carajás, o elitismo e a hipocrisia

15 anos de Eldorado de Carajás

O massafre de Eldorado de Carajás completa hoje 15 anos. Foram 21 mortos e mais de 70 feridos, num ato de brutalidade como poucas vezes se viu nos últimos tempos. A terra que os sem-terra reivindicavam é hoje propriedade de quase 700 famílias, e não mais uma simples pastagem.

Para lembrar estes fatos que mancham a história recente de nosso país, posto o vídeo acima, que conta um pouco da tragédia e das lutas que, ainda hoje, os sem-terra estão travando.

E publico a entrevista que meu caro amigo João Pedro Stédile, da coordenação nacional do MST deu na edição de hoje da Folha. Stédile, com a lucidez de sempre, desmistifica a ideia de que reforma agrária seja simplesmente confiscar terra, dividi-la e eternizar o atraso no campo:

“Defendemos uma reforma agrária de novo tipo, que combine acesso à terra com implantação de agroindústrias, com universalização da escola e técnicas agrícolas, que respeitem o ambiente para produzir alimentos sadios. A turma do agronegócio só pensa na sua conta bancária. O modelo deles é o do capitalismo americano, sem gente e sem floresta. Lá a população carcerária é maior do que a população rural. O Brasil precisa de um novo modelo agrícola.”

Infelizmente, a mídia brasileira prefere demonizar os agricultores pobres, como fez na sexta-feira transformando em escândalo um governador – Jacques Wagner, da Bahia, mandar dar comida, colocar banheiros e água para os sem-terra que protestam em Salvador.

Civilizado deve ser tratá-los como fez o Governo do Pará, então dirigido pelo PSDB, mandando balas e cassetetes em cima.

Artigo indicado por Vera Armstrong

18/04/2011

Eu apoio a transmissão da novela “Amor e Revolução”

Abaixo-assinado EU APOIO A TRANSMISSÃO DA NOVELA “AMOR E REVOLUÇÃO” NA EMISSORA SBT!

Para:PAULO BERNARDO SILVA Ministro das Comunicações

EU APOIO A TRANSMISSÃO DA NOVELA “AMOR E REVOLUÇÃO” NA EMISSORA SBT!

“A memória histórica do país é patrimônio inalienável do povo brasileiro!”

A novela “Amor e Revolução” vêm rendendo na internet, apesar da audiência ainda estar aquém do esperado na TV. Desta vez, um portal militar resolveu fazer um abaixo-assinado contra a novela de Tiago Santiago, que aborda o período da ditadura militar no Brasil. Os donos do site querem que a trama seja proibida de ir ao ar no SBT.
Será que nunca deixamos a ditadura? Será que esses vinte e seis anos, dito de volta à democracia, foi uma farsa e que sempre os militares ditaram os rumos do nosso país? Será que sempre eles disseram o que deve ser passado na televisão, no Brasil?

O que esses militares estão tentando fazer e o que já fizeram, criando o tal abaixo-assinado, é um ato de censura e que não cabe em um país que se diz democrático. O tempo da ditadura militar já passou e já passou bem tarde e as conseqüências de tal período foram muitos mortos, muitas pessoas com seqüelas terríveis, tanto físicas quanto mentais; e famílias que ainda choram seus parentes desaparecidos e assassinados. Nada disso é uma coisa pequena. Os militares vivem se metendo em assuntos que envolvem a ditadura militar, pois não querem que suas ações no período sejam reveladas e que fiquem impunes para sempre.

Como não pode-se abrir nem ter acesso a muitos documentos da época, façamos o que estiver ao nosso alcance para que os militares não cometam mais esse absurdo de censurar uma novela que está se mostrando imparcial e não está citando nomes de terceiros de nenhum dos lados – apenas fatos -, e ainda apresenta, no final de cada capítulo, depoimentos de ambos os lados. Chega dos militares quererem mandar, dá opinião em tudo que toque a eles! Chega do dedo militar nos programas televisivos, apontando o que deve e o que não deve ser passado na tv brasileira! Portanto assine esse abaixo-assinado para dizer que você apóia a transmissão da novela “AMOR E REVOLUÇÃO” na emissora SBT.

Clique no link abaixo para assinar a petição online:
http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2011N8794

Artigo indicado por Nelba Nycz

18/04/2011

Nesta terça (19/4), Stédile, do MST, no Teatro Oi Casa Grande

Lembrando que é AMANHÃ, terça (19/4), que João Pedro Stédile, dirigente do MST, vai debater “O agronegócio e suas consequências sobre a vida da cidade” no ciclo de palestras sobre temas brasileiros no Teatro Oi Casa Grande.

Sempre às 20h, a cada mês uma personalidade falará, seguido de debate, sobre assuntos do Brasil e de nossa inserção no mundo.

Em maio teremos o embaixador Samuel Pinheiro Guimarães, ex-ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

Em junho, o reitor da UFRJ Aloísio Teixeira.

Também está prevista uma homenagem ao centenário de nascimento de Nelson Werneck Sodré e a discussão dos 100 dias do governo Dilma.

Mês passado, realizamos – com enorme sucesso! – palestra com Emir Sader sobre “Neoliberalismo e posneoliberalismo na America Latina”, cuja transcrição vai ser publicada no jornal de Cultura e Política Algo a Dizer (www.algoadizer.com.br).

Essas encontros são uma organização conjunta do Instituto Casa Grande (ICG – http://institutocasagrande.wordpress.com/) e do jornal Algo a Dizer.

Entrada franca!

Não tem inscrição prévia nem nada: é só chegar um pouco antes da hora do início.

Estacionamento, PAGO, no Shopping Leblon.

O Teatro Oi Casa Grande (http://oicasagrande.oi.com.br/) fica na Rua Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon.

Um forte abraço e até lá

Kadu Machado

18/04/2011

Movimento Banda Larga em Ação

A Banda Larga tem uma ação para fazer acontecer no dia 25 de abril.

Vejam o Blog:

http://campanhabandalarga.org.br/

Vamos ajudar, difundindo esse Blog e essa idéia.

Saudações Socialistas,

Chrsitiano Fernandes

18/04/2011

O AI-5 digital

Azeredo volta a relatar, agora na Câmara dos Deputados, projeto de lei conhecido como #AI5Digital

O deputado Eduardo Azeredo (PSDB/MG) assume a relatoria do projeto de lei 84/99 na Câmara dos Deputados. O projeto tipifica os crimes na internet e está na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) da Câmara. O deputado era senador quando foi autor do substitutivo aprovado no Senado e que ficou conhecido como #AI5Digital. A única alteração a ser proposta por Azeredo é a exclusão da expressão «outros dispositivos de comunicação» no acesso não autorizado a dados. Segundo o parlamentar a matéria é alvo de protesto por desconhecimento: «minha intenção é garantir uma internet segura». É importante lembrar que a tramitação do projeto excluiu do debate entidades da sociedade civil, do judiciário e até mesmo a revisão encomendada aos peritos do Senado Federal.

Até 2009 a ideia era sepultar o projeto em função das pesadas críticas. Os deputados Júlio Semeghini (PSDB-SP) e Paulo Teixeira (PT/SP) estudavam então uma forma de evitar prejuízos ao uso da rede, mas encontraram dificuldades porque a matéria tramitava simultaneamente na CCT, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e na Comissão de Segurança Pública (CSP).

A obrigatoriedade de guarda dos registros (logs) de acesso por três anos pelos provedores deve ser mantida por Azeredo, que alega que a prática não afetaria a privacidade dos usuários. A expectativa do deputado é de entregar seu relatório no menor tempo possível. O coordenador da bancada do PT na CCT, deputado Emiliano José/BA, diz que a orientação do partido é rejeitar o projeto.

Lula se manifestou contra o projeto em 2009

Em 2009 o então presidente Lula durante o Fórum Internacional de Software Livre (Fisl) qualificou a Lei Azeredo como censura. Em sua primeira visita ao evento, o então presidente Lula se reuniu com ativistas como Richard Stallman e Peter Sunde e foi recebido por uma plateia de cerca de 300 pessoas com santinhos em papel que diziam «Lula é nerd» e com uma faixa pedindo «Lula, vete o projeto de Azeredo! Compartilhar não é crime».

«Essa lei não visa corrigir abusos na internet, ela quer fazer censura. Precisamos é de um código civil para determinar as responsabilidades na internet, mas não proibir. Esse projeto [do Azeredo] é policialesco, com o intuito de entrar na casa das pessoas para saber o que estão fazendo. Não é possível isso! A maioria das pessoas na internet é de bem», defendeu o então presidente.

Com informações da TeleSíntese.

Artigo indicado Por Cleverson Lima

18/04/2011

A nova Telebrás e o PNBL

Do Blog do Luis Nassif

Coluna Econômica

A universalização da banda larga exigiu um esforço intenso para recuperar a Telebrás.

Antiga holding do setor, com a privatização acabou quase sem função. Para dar conta das novas atribuições, decidiu-se montar um corpo técnico competente e trabalhar fundamentalmente com parceiros privados.

Segundo o presidente da Telebrás, Rogério Santana, a empresa conseguiu bons técnicos junto à Anatel, e engenheiros do mercado, liberados pela fusão Telemar-Brasil Telecom. Mas também engenheiros de outras companhias privadas, que se interessaram pelo desafio de construir uma nova rede.

***

Constituído o corpo técnico, outro grande desafio foi a de preparar um planejamento meticuloso de compras, visando reduções de preço, principalmente devido ao emaranhado de regulamentos das licitações públicas.

A primeira contratação, através da MP 495, deu preferência para indústria nacional. Foram adquiridos equipamentos que geram o laser que vai para a fibra ótica, switches, roteadores menores – para transportar o sinal do backbone para as cidades.

***

Antes da privatização, o setor tinha 60 fornecedores nacionais; depois da privatização, restaram 13. A crise dos últimos anos apertou mais ainda o setor. As multinacionais remeteram muito recurso para fora, para atender às matrizes; e a fusão da Oi limitou sua capacidade de investimento.

Segundo Santana, quem sobreviveu foi devido ao diferencial tecnológico. Agora, com as novas demandas, essas empresas terão espaço para crescer.

***

Ainda hoje, depois de anos de privatização, a Telebrás ainda é a 9o empresa brasileira com maior número de patentes registradas.

As vantagens são evidentes, diz Santana. Se quiser mudanças no software de equipamentos chineses ou americanos, levará anos. Com o desenvolvedor nacional, a resposta é instantânea.

E as características brasileiras são diferentes, por exemplo, da Europa. Lá existem distâncias pequenas entre as cidades. Aqui, distâncias continentais, grandes vazios e populações dispersas, obrigando a equipamentos com características fundamentalmente distintas.

***

A nova rede permitirá avanços tecnológicos relevantes. Um deles será a tecnologia radiocognitiva. São sistemas de software que permitem ao rádio descobrir a frequência mais adequada para a transmissão do sinal. Essa tecnologia está sendo trabalhada pelo CPqD e será bastante útil em um espectro poluído por muitas ondas sonoras.

***

Será ampla a capacidade da nova rede. Os oito roteadores permitiriam em tese o acesso simultâneo de toda a população da China, com 1 mb de capacidade per capita.

***

Hoje em dia, diz ele, a velocidade da banda larga não é assegurada pela Anatel. Um serviço oferece determinada banda. Mas, dependendo do número de usuários conectados, a banda efetiva entregue termina sendo muito mais baixa.

No caso do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), a velocidade entregue terá que ser efetiva, provavelmente 1 mb para cada usuário.

Artigo indicado por André Vieira

18/04/2011

Blogueiros paulistas aprovam criação de cooperativa

O 1º Encontro de Blogueiros Progressistas promoveu neste final de semana (15 a 17), na Assembleia Legislativa de São Paulo, diversas mesas de debates, sobre temas da Blogosfera e dos Meios de Comunicações. Na plenária final, os blogueiros paulistas aprovaram a criação de uma cooperativa para organizar o movimento.

O sábado foi o principal dia do evento, que contou com a participação de parlamentares como Luiza Erundina (PSB-SP) e Paulo Teixeira (PT-SP), blogueiros da estatura de Paulo Henrique Amorim e Altamiro Borges, movimentos sociais e, principalmente, blogueiros, twitteriros e “disseminadores”.

Os encontros de blogueiros progressistas, que vêm sendo organizados em diversos estados, reúnem, além de blogueiros, pessoas que disseminam os conteúdos publicados na  blogosfera por meio das redes sociais, e-mails e outros instrumentos eletrônicos. O 2º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas será realizado em Brasília, entre os dias 17 e 19 de junho.

Um dos pontos alto do encontro em São Paulo foi o debate sobre Democratização das Comunicações, com a presença do jornalista e blogueiro Paulo Henrique Amorim, do Conversa Afiada, dos deputados federais por São Paulo, Luiza Erundina e Paulo Teixeira, membros da Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e Democratização das Comunicações, e também o deputado estadual Antonio Mentor (SP), autor do projeto de lei que cria o Conselho Estadual de Comunicação.

Frente Parlamentar

A deputada Luiza Erundina anunciou que uma das tarefas da Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão será ficar de olho na Comissão de Ciência, Tecnologia e Informática da Câmara, composta em boa parte de concessionários de empresas de rádio e televisão.

Na sequência, duas mesas despertaram o interesse dos participantes do encontro paulista de blogueiros progressistas: “A Militância Virtual e Redes Sociais” e “Proteção Jurídica na Blogosfera”.

No domingo após as oficinas “Sustentação Financeira na Blogosfera”, “Educação na Blogosfera”, “Ferramentas Tecnológicas” e “Comunicação Comunitária”, várias propostas foram encaminhadas à comissão organizadora do encontro, que serão inseridas na Carta dos Blogueiros Progressistas de São Paulo.

Internet no Brasil

O ambiente é promissor para os blogueiros. Segundo dados do Ibope, o número de pessoas com acesso à internet em qualquer ambiente (domicílios, trabalho, escolas, lan houses ou outros locais) atingiu 73,9 milhões no quarto trimestre de 2010. O número representou um crescimento de 9,6% em relação aos 67,5 milhões do quarto trimestre de 2009, segundo dados divulgados pelo instituto.

Os Blogs no Brasil, segundo pesquisa realizada pela empresa especializada em tráfego online, a comScore, 70% dos brasileiros acessaram blogs durante o ano de 2010, enquanto no resto do mundo a média foi 50%.

Para o relatório divulgado, a principal concentração de audiência dos blogs brasileiros foi na época das eleições (final do ano passado), quando, entre outubro e novembro quase 40 milhões de usuários acessaram os blogs à procura de comentários sobre os candidatos à eleição.

Segundo Celso Jardim, um dos organizadores do encontro paulista, “a Blogosfera é produto dos esforços de pessoas independentes das corporações de mídia, os blogueiros progressistas, definido e alinhado com comunicadores que além de seus ideais e pensamentos políticos, ousam produzir o que já é considerado o primeiro meio de comunicação de massas autônomo e independente”.

Cooperativa de blogueiros

A plenária final do econtro aprovou, entre as propostas, a criação de uma cooperativa paulista de blogueiros, como forma de dar organicidade ao movimento. Ficou definido, ainda que os blogueiros paulistas participarão do lançamento da Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e pelo Direito à Comunicação e dos atos em defesa do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL).

Da redação, Luana Bonone, com informações do Blog do Celso Jardim

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_secao=8&id_noticia=152206

18/04/2011

Metalúrgicos de Camaçari criam Blog

Publicado originalmente em  TIE-Brasil

No último final de semana TIE-Brasil e o Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari realizaram o seminário de formação continua “Sindicalismo Classista”, onde se discutiu a origem dos sindicatos, corporativismo, sindicato classista, tática e estratégia, democracia no Trabalho e desafios do movimento sindical.

No início da atividade, o coordenador de TIE-Brasil e blogueiro Sérgio Bertoni, fez um pequeno relato sobre os encontros estaduais de blogueiros que estão acontecendo pelo Brasil, notando que não se tinham notícias sobre a organização de semelhante atividade no Estado da Bahia.

Segundo Bertoni, “o maior estado do Nordeste e um dos mais importantes do país não pode ficar de fora desta luta pela Democratização das Comunicações” e sugeriu que os blogueiros baianos, a exemplo dos companheiros de SP, PR, MT, RS, RN, CE, etc, pensassem em organizar um encontro juntando os vários movimentos que atuam em defesa da Liberdade de Expressão e pela Democratização das Comunicações, desde blogs sindicais até o movimento em defesa da Banda Larga e o pessoal do Software Livre.

Os Metalúrgicos de Camaçari criaram seu blog visando agilizar e democratizar a comunicação sindical. E começaram a discutir a possiblidade de, pelo menos, participar do Encontro Nacional em junho, desde que o mesmo não se realize no final de semana da Festa de São João, festa muito popular no Nordeste do Brasil.

Quem quiser conhecer o Blog dos Metalúrgicos de Camaçari clique em http://metalurgicosdecamacari.blogspot.com/

%d blogueiros gostam disto: