Carajás, o elitismo e a hipocrisia

15 anos de Eldorado de Carajás

O massafre de Eldorado de Carajás completa hoje 15 anos. Foram 21 mortos e mais de 70 feridos, num ato de brutalidade como poucas vezes se viu nos últimos tempos. A terra que os sem-terra reivindicavam é hoje propriedade de quase 700 famílias, e não mais uma simples pastagem.

Para lembrar estes fatos que mancham a história recente de nosso país, posto o vídeo acima, que conta um pouco da tragédia e das lutas que, ainda hoje, os sem-terra estão travando.

E publico a entrevista que meu caro amigo João Pedro Stédile, da coordenação nacional do MST deu na edição de hoje da Folha. Stédile, com a lucidez de sempre, desmistifica a ideia de que reforma agrária seja simplesmente confiscar terra, dividi-la e eternizar o atraso no campo:

“Defendemos uma reforma agrária de novo tipo, que combine acesso à terra com implantação de agroindústrias, com universalização da escola e técnicas agrícolas, que respeitem o ambiente para produzir alimentos sadios. A turma do agronegócio só pensa na sua conta bancária. O modelo deles é o do capitalismo americano, sem gente e sem floresta. Lá a população carcerária é maior do que a população rural. O Brasil precisa de um novo modelo agrícola.”

Infelizmente, a mídia brasileira prefere demonizar os agricultores pobres, como fez na sexta-feira transformando em escândalo um governador – Jacques Wagner, da Bahia, mandar dar comida, colocar banheiros e água para os sem-terra que protestam em Salvador.

Civilizado deve ser tratá-los como fez o Governo do Pará, então dirigido pelo PSDB, mandando balas e cassetetes em cima.

Artigo indicado por Vera Armstrong

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: