Chamado a todos os movimentos

Nós, participantes do seminário internacional realizado em Paris, a 23 e 24 de maio de 2011, no desejo de transmitir nossa solidariedade a vocês que estão participando do movimento Tomalaplaza em Espanha e a todas as pessoas em diferentes países que estão construindo as mudanças globais.

Sua luta é nossa luta!

Nós também queremos uma mudança de regime: uma mudança do regime global. Nós podemos construir uma democracia global: uma governança global do povo, pelo povo, para o povo.

O G8, o G20, o FMI, o Banco Mundial, Conselho de Segurança da ONU, a OMC são hoje os ditadores de fato. Estas instituições não devem ser autorizados a governar a vida das pessoas sem o seu consentimento. É importante que as pessoas compreendam que são elas quem têm o poder, não só de influenciar os planos de vida dos cidadãos, mas influenciar de fato os governos do mundo.

As decisões que antes eram tomadas pelos Estados estão agora nas mãos das organizações internacionais e empresas, restringindo severamente a liberdade dos cidadãos para governar suas próprias vidas.

Mulheres e homens estão pagando pela crise, mas agora basta! Os movimentos estão crescendo em todo o mundo e impondo sua voz.

Os governos não podem continuar com essas políticas.

Queremos

1. Todo poder ao povo, tendo todo o direito de ser cidadão, decidir, propor e recusar decisões que afetam suas vidas.

2. Que cada pessoa tenha livre acesso a recursos adequados para a satisfação sustentável e equitativa das necessidades básicas.

3. Defender os bens comuns como a água, o ar e o funcionamento de nosso planeta com energia alternativa.

4. Para defender um mundo sem guerra, as ocupações ilegais, o patriarcado, a discriminação todos os gêneros e violência reduzir as despesas militares em favor do uso de recursos para uma vida melhor para todos

Os fóruns sociais são espaços abertos e nós convidamos todas as pessoas envolvidas neles a participar neste movimento.

Este é um chamado de união de nossas lutas, de construção de redes fortes, de criação de movimentos que tenham força para viver tanto a nível local quanto global.

Pedimos o apoio e a partir de assembléias abertas e públicas, fóruns nas praças centrais, onde for possível, construir alternativas reais.

Rete Bella Ciao In Movimento, NOVA, FMAS, South asian dialogue on ecological democracy, Solidarity Center for Democracies in South Asia, Egality, Global Social Justice, Transform Europe, Globalise resistance, ATD Quart mond, Attac Germany, Action AID, FNDP, PNGO Hwc- OPCAI, No Vox, PANOS.DO, CUT BRASIL, RUALC/ASC, REBRIP/ASC, Ibase, ENDA, ABONG, Austrian Social Forum, Jubito sun, Attac, Vamos, IPAM, COBAS, Fiom-CGIL Italy, Mémoire des luttes, Greek Social Forum, World March of Women (Greek Network)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: