Metalúrgicos se reúnem com Volks na terça, 07/06/11

Trabalhadores esperam que empresa tenha bom senso para por fim ao impasse da PLR.  Diversas lideranças sindicais prestaram solidariedade à  luta dos metalúrgicos hoje à tarde. Nova assembleia acontece amanhã, às 14h

O Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba terão uma nova reunião com a Volkswagen amanhã (07) cedo para tentar encontrar uma solução para o fim do impasse sobre a Participação dos Lucros e Resultados 2011. Os 3.100 trabalhadores da fábrica, que fica em São José dos Pinhais (PR), esperam bom senso por parte da empresa na negociação. O resultado da reunião será repassado aos chão de fábrica em nova assembleia também amanhã, às 14h.

Intermediação da Presidência da República

Agora à tarde, lideranças sindicais nacionais prestaram solidariedade à luta dos trabalhadores. Estiveram presentes o presidente da Força Nacional e deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força; o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, Miguel Torres; o presidente da Federação dos Metalúrgicos de São Paulo, Cláudio Magrão; o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté (SP), Isaac do Carmo; o presidente do Sindicato  dos Metalúrgicos de São Caetano do Sul (SP), Aparecido Inácio da Silva (Cidão); o presidente do Sindicato de São Carlos (SP); o secretário geral do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Luiz Carlos Prates (Mancha) e o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari (BA), Julio Bonfim.

Segundo Paulinho, caso não haja uma solução para o impasse amanhã, o deputado pretende pedir a intermediação da presidência da República. “Fizemos questão de vir aqui para prestar solidariedade aos trabalhadores do Paraná. Tenho falado com o ministro do trabalho e com o Gilberto Carvalho (Secretário da Presidência da Republica). Se as negociações não evoluírem, estarei pedindo a presidência que chame a direção da empresa junto com o Sindicato para encontrar uma alternativa.”, disse Paulinho.

“ Sabemos da importância desse movimento para a classe metalúrgica brasileira. Um bom acordo aqui significará avanços não só para o Paraná, mas também para trabalhadores de outras regiões onde há montadoras. Por isso é o momento dos trrabalhadores se unirem nessa luta. Esperamos bom senso da Volks amanhã na reunião. Além do valor da PLR, precisamos discutir a questão dos dias adicionais e dos dias parados para que possamos buscar uma formula que não seja nociva nem aos trabalhadores nem a empresa.”, disse o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Sérgio Butka.

Produção parada

Com 33 dias de greve, já deixaram de ser produzidas 18.630 veiculos. O prejuízo da empresa chega a R$ 745,2 milhões.

Confira galeria de fotos aqui.

Fonte: Simec

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: