Obras de Paulo Renato

Artigo sugerido por Nelba Nycz

Morreu sem retrucar seu título de Ministro-Rei da Privatização da Educação.

Sem explicar as milhares de assinaturas de jornais e revistas do PIG (só as do PIG) para as escolas de São Paulo.

Sem explicar a compra sem licitação das mais de 200 mil cópias do Windows da Microsoft à qual seu irmão era advogado.

Sem explicar a Lei de Mensalidades, uma medida para salvar as faculdades privadas que estavam com alto índice de inadimplência.

Sem explicar sua insistente defesa da privatização da Petrobrás.

Sem explicar a responsabilidade na distribuição de centenas de milhares de livros de conteúdo adulto para crianças em fase de alfabetização ou que orientavam alunos do ensino médio a acessar sites pornográficos.

Sem explicar suas ligações com o “di Gênio, do Objetivo” onde seu outro irmão era o chefe do setor de audiovisual.

Sem explicar o sucateamento das escolas técnicas na gestão FHC, da qual foi ministro.

Sem explicar suas relações com os hermanos de España , o Grupo Santillana (editora Moderna).

Sem explicar os 8 anos sem reajustes salariais dos professores de universidades federais.

Sem explicar as milhares de universidades privadas que se expandiram com critérios para lá de discutíveis.

Sem explicar os contratos suspeitíssimos com a Fundação Carlos Vanzolini e o grupo Positivo, responsáveis pela elaboração e impressão de milhares de atlas com múltiplos Paraguais, cartilhas para professores e alunos cheias de erros conceituais, de português e de digitação.

Sem explicar sua relação carnal com a Editora Abril e com o grupo COC.

Sem explicar a mágica de um Conselho Estadual de Educação, dominado por representantes de escolas privadas e de empresas financiadoras das campanhas eleitorais do PSDB.

Sem explicar como atuava sua empresa de consultoria “PR Consultoria” que se fingia de morta, mas seu idealizador, Paulo Renato, e seus parceiros estavam vivos até demais.

Sem explicar as razões do desempenho pífio dos alunos do estado mais rico do país nos exames oficiais de avaliação nacional.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: