BBC pede desculpas pela entrevista com Darcus Howe

Comentário inicialmente entreouvido e depois “cornetado” por toda a Vila Vudu

Vejam como é o negócio da tal de “mídia”:

BBC é ri-dí-cu-la (mas a Globo é MUITO mais)

A BBC, que é a BBC, dá-se o trabalho de PEDIR DESCULPAS aos consumidores quando uma apresentadora PIRADA põe-se a dizer asnices de preconceito e informação errada, ao entrevistado. A BBC é estatal e gratuita, quer dizer NINGUÉM paga para assistir à BBC. Mesmo assim, a BBC pede desculpas.

A Rede Globo não é nenhuma BBC nem nunca foi nenhuma brastemp em matéria de qualidade jornalística e informacional. (Se fosse, não precisaria escrever “declaração” “declarando-que-é-o-que-não-é).

E a Rede Globo nunca pediu desculpas aos consumidores, nas incontáveis vezes em que alguma apresentadora PIRADA ou BURRA ou desinformada, ou algum apresentador FASCISTA ou pirado, ou burro ou desinformado põem-se a repetir asnices requentadas de preconceito e informação errada seja a algum entrevistado, seja AOS CONSUMIDORES PAGANTES.

Nós somos Sua Santidade O CONSUMIDOR. Atenção: nós PAGAMOS PAGÁVAMOS para assistir à Rede Globo.

Paramos de pagar para assistir à Rede Globo no dia em que a Rede Globo meteu num mesmo programa sobre “a situação do Brasil na crise global”, além do Mendonça de Barros, da Miriam Leitão, do Alexandre Garcia e do Sardemberg (eca!), também aqueles dois panacas senadores, um dias & outro guerra.

Essa é a parte pior da oposição no Brasil: os jornalistas são velhos e desinteressantes e repetitivos. E os senadores, além de muito feios e mentirosos, são sem-votos.

Nenhum consumidor pagante merece ouvir, no mesmo programa, JUNTOS, todos aqueles jornalistas viciados e viciosos e aquela oposição “midiática” ridícula e sem votos. Cadê o outro lado?!

Aliás, se se aplica algum saudável critério jornalístico, vê-se que aquele pessoal lá sequer é “lado”: aquele pessoal todo, lá, é a treeeeva.

Nós exigimos respeito à nossa grana. Acorda IDEC!

Tradução das desculpas da BBC:

A BBC pediu desculpas por entrevista em vivo transmitida pelo canal de notícias, na qual um veterano jornalista foi acusado de participar de ‘tumultos’. Escritor e jornalista, Darcus Howe foi entrevistado sobre os eventos nas ruas de Londres; a certa altura da entrevista, a apresentadora Fiona Armstrong o acusou de participar de “tumultos”. A empresa pediu desculpas aos telespectadores por qualquer ofensa, depois de a empresa ser soterrada por reclamações do público.

Durante entrevista que foi ao ar ontem, a entrevistadora disse, falando dos estúdios: “O senhor não é estranho a esses tumultos, não é? Já tomou parte em tumultos, pelo que se sabe.”

Howe, entrevistado no dia seguinte dos acontecimentos em Croydon, respondeu “Jamais participei de tumulto algum. Participei de muitas manifestações que acabaram em conflitos. Pare de me acusar de ser agitador. Respeite um velho negro da Índia Ocidental. Você quer que eu diga o que não vou dizer. Sua pergunta é idiota. Exijo que me respeite.”

A BBC declarou que a apresentadora não teve qualquer intenção de desrespeitar Howe e que suas perguntas visavam a contextualizar o que Howe dizia e suas reações aos eventos londrinos. A empresa declarou também que doravante se referirá sempre a “tumultos na Inglaterra”, em vez de “tumultos no Reino Unido”.

“A alteração deve-se ao dever de considerar a sensibilidade dos telespectadores na Escócia, em Gales e na Irlanda do Norte e para assegurar máximas clareza e precisão geográfica”.

Traduzido e comentado pelo Coletivo da Vila Vudu

http://redecastorphoto.blogspot.com/2011/08/bbc-pede-desculpas-pela-entrevista-com.html

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: