Celepar se abraça com a Microsoft. Jogará no lixo o software livre?

A Lei Estadual 14.058/2003 determina que a Administração Pública do Paraná, inclusive as entidades de Direito Privado da Administração indireta, deve preferencialmente utilizar programas abertos de computador.

O Governo Beto Richa (PSDB), por meio da Companhia de Informática do Paraná – Celepar, já está começando a se vender aos ideais do software proprietário, em especial aos interesses da Microsoft.

Dia 18 de agosto ocorrerá palestra com a Microsoft, no âmbito da Celapar.

Trocar softwares livres por softwares proprietários no âmbito da Administração Pública é trocar o interesse público pelo privado, trocar o compartilhamento pela negociata, trocar serviços nacionais por empregos no exterior.

Vade retro Microsoft!

Fonte : Blog do Tarso

3 Comentários to “Celepar se abraça com a Microsoft. Jogará no lixo o software livre?”

  1. Acredito que não jogará o SW LIVRE no Lixo ! Não fiquem com medo !

    O atual Presidente da CELEPAR tem declarado que todos os tipos de licenciamento podem e devem conviver harmonicamente. Aliás, preferir um em detrimento do outro, é privar o acesso da Administração Estadual a toda e qualquer tecnologia que possa trazer benefícios a quem realmente interessa, que é o povo do Paraná. Aliás, posso te garantir que o Povo do Paraná não liga a mínima para essa discussão.

    Além disso, legislar tecnologia é algo complicado.TIC muda tão rápido, que só os que não entendem disso, fazem da legislação sua tábua de salvação (desculpe o trocadilho). Se SW Livre fosse tão bom, não precisava de Lei, naturalmente seria adotado, através de direcionamento administrativo, assim como acontece harmoniosamente no setor privado.

    O Bloqgueiro encrenqueiro, que quando esteve mamando no Governo não deixou nem saudades, vive citando a Lei 14.058, mas o engraçado é que quando foi integrante do Governo da “Maria Louca”, não se preocupou com o nível de pirataria crescente na Administração Estadual. Ao final do Governo do qual você ele fez parte, o Estado já estava com aproximadamente 70% de sua plataforma desktop pirata ou desatualizada (nesse último caso, usando a versão do XP da última leva de licenciamento). Aqui inclui-se também a Administração Indireta. E aí?! O Governo Requião se preocupou com isso ? Claro que não, pois os fatos e não “mentiras blogueiras” atestam isso.

    Mas por que tanto medo da Microsoft ou de outras tecnologias proprietárias ?
    Já sei, imagino que deva ser o medo de ver o Estado sair da estagnação tecnológica que esteve nos últimos 8 anos, no qual preocupou-se em “reinventar a roda”, ou seja, ficar na miopia da redução de custos de licenciamento de infraestrtura em detrimento do desenvolvimento de sistemas de informação para a Administração. Pergunte para as fontes dele qual o déficit de quantidade e qualidade da informação que a CELEPAR deveria ter entregue à Administração Pública no seu governo e não o fez.

    Acho que se tivesse o mínimo de hombridade e descencia, posto que é um profissional ligado do Direito, o Blogueiro encrenqueiro deveria pedir que suas fontes internas da Celepar falassem a verdade. É feio para um advogado, que tem recalque de jornalista, usar fontes furadas…
    Para terminar, duvido que publique isso…

    • 1) Jamais foi comprovado que software proprietário (principalmente aquele vindo da Microsoft) é melhor, mais produtivo e seguro que Software Livre.

      2) É muito melhor usar SL pois assim o interesse do país. Não é preciso ficar convertendo nossos impostos em pagamento de licenças para empresas estrangeiras e enchendo ainda mais os bolsos de um bilionário.

      3) Com SL podemos aprender, estudá-lo, modificá-lo e adequá-lo às nossas necessidades. Podemos confiar no que ele faz, pois sabemos o que nele está contido. Nada disso é possível com software proprietário, com o qual apenas podemos nos conformar com suas limitações. Com SL o computador se adapta às necessidades humanas. Com software proprietário são os humanos que precisam se adptar às exigências das máquinas.

      4) Software Livre gera empregos, renda e desenvolvimento tecnológico aqui no Brasil, criando uma enorme possibilidade para os talentosos jovens curitibanos, parananeses, enfim, brasileiros.

      5) Software Livre não tem backports abertos aos serviços sercretos norteamericanos como os são no caso da Micrsoft que para se livrar de uma multa por monopolismo em seu próprio país, aceitou abrir os backports do windows para os serviços secretos americanos.

      6) Todo e qualquer lobista, todo e qualquer capitalista com juízo sabe que os monopólios em qualquer setor da economia são prejudiciais não só ao povo, mas ao próprio capitalismo e a seus lobistas.

      7) Por fim, usamos mais software livres do que podemos imaginar ou saber. Quando navegamos na Internet, fazemos compras nos supermercados, nos alimentamos, andamos de carro, vemos TV, assistimos filmes, nos divertimos, sacamos dinheiro no caixa eletrônico ou acessamos Internet Banking. http://migre.me/5waP6

      8) Grandes empresas privadas não só dão suporte politico, econômico e tecnológico ao SL como o usam para manter seus negócios seguros e em elevado nível tecnológico.

    • e aí? até quando os entreguistas continuarão a defender a Micro$oft?
      Sobre o ataque da Microsoft à soberania nacional: Wikileaks, Microsoft, ODF e OpenXML
      http://migre.me/5F0rP

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: