Tecnologia Nacional: Serpro realiza treinamento nacional de software para cegos

Em parceria com a UFRJ, a empresa pública desenvolveu um programa baseado em software livre para deficientes visuais usarem o computador. A capacitação gratuita será realizada em 11 capitais, no dia 27 de setembro.

Deficiência visual não é mais empecilho à inclusão digital. O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), empresa pública de TI do governo, realizou um treinamento para o uso do programa Liane TTS, na terça-feira (27), em 11 cidades. A ferramenta gratuita é baseada em software livre e permite que pessoas cegas ou com visão subnormal possam usar o computador com mais facilidade e conforto.

Dirigida a instituições que atendem deficientes visuais, a apresentação do programa foi  feita na sede do Serpro, em Brasília, e transmitida, por videoconferência, para as cidades de Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Qualquer interessado pode participar, bastando escrever para serpro@serpro.gov.br.

A ministra-chefe da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Maria do Rosário, e outras autoridades já confirmaram presença no evento em Brasília. A data foi escolhida em alusão ao Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência, comemorado no dia 21 de setembro.

No Brasil, segundo o IBGE, existem 2,46 milhões de pessoas com grande dificuldade permanente de enxergar, mesmo com lentes corretivas, e cerca de 150 mil cegos. Outros 14 milhões têm alguma dificuldade para enxergar, mesmo com óculos. De acordo com o diretor-presidente do Serpro, Marcos Mazoni, apesar dos números, até recentemente não havia uma ferramenta nacional e gratuita que pudesse ajudar esse grupo a interagir melhor com o computador.

Entenda a tecnologia – O LianeTTS, um sintetizador de voz para leitura de tela, está disponível para download no portal do Serpro e já está sendo usado em centenas de telecentros em todo o país. Desenvolvido em parceria com o Núcleo de Computação Eletrônica (NCE) da UFRJ, cujas pesquisas orientaram o Serpro na execução do projeto, o Liane TTS transforma texto em áudio, permitindo que pessoas cegas ou com baixa visão tenham acesso ao conteúdo exibido na tela.

Disponível inicialmente para Linux e Windows, o sintetizador de voz começa a funcionar assim que o usuário com necessidades especiais faz o login na máquina. Além disso, o LianeTTS pode ser customizado: basta baixar a base de fonemas de outros idiomas e inserir no programa. O manual está disponível para download e no CD de instalação.

O Serpro capacitou, em todas as suas regionais, técnicos para que possam fazer a instalação do produto nos ambientes de inclusão digital da empresa. A meta é difundir o aplicativo por meio dos telecentros, parcerias com estados e municípios, universidades, escolas públicas e outras instituições.

Outras utilidades – Embora o principal público-alvo de sistemas de texto-para-fala como o Liane TTS seja formado por pessoas com deficiência visual, esse tipo de programa é comumente usado por pessoas com dislexia e outras dificuldades de leitura, ou com deficiência severa de fala, bem como por crianças pré-alfabetizadas. Além de ser uma ferramenta de tecnologia assistiva, sintetizadores de voz podem ter ainda aplicações pedagógicas e de entretenimento.

Fonte: Comunicação Social do Serpro

Atualizado em 27.09.2011às 19:45h

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: