A Síndrome do “Eleitoralismo”…

Por Dr. Allan Marcio

Disponível no Portal do Controle Social de Sarandi/Pr

Frei Beto nos dizia que “…o político que se deixa maquiar para efeitos eleitorais periga se preocupar mais em aparecer eficiente do que em sê-lo…”.

Assim, o gestor público governa de olho nas pesquisas de opinião, porém abdica de seus compromissos com as demandas sociais, culminando na “Síndrome do Eleitoralismo”.

A caminhada de escolhas de candidatáveis para 2012, já está em franco andamento. Entretanto, a opinião pública integrada, participativa e conectadas vem se tornando uma bussola da consciência eleitoral na transformação e reorientação dos caráteres políticos deste “navio pirata” desgovernado em ética e probidade pública denominada “poder representativo”.

Muita das vezes, no jogo obscuro do poder, não são princípios morais os agentes provocadores de mudanças para os políticos. Tratam-se apenas de princípios ou estratégias de eficácia política eleitoreira.

Quer dizer, isto puramente se refere à conquista e à manutenção do poder, sem se preocupar em subordinar o poder, assim conquistado, aos valores morais, filosóficos ou religiosos esquecidos em alguma gaveta empoeirada de sua consciência política.

Neste contexto, até quando os cidadãos e cidadãs serão refém destes “jogos eleitorais” na busca insana pelos candidatáveis do poder pelo poder, desconsiderando em grande parte o processo de libertação e transformação da sociedade em si?

Quando será nossos governantes entenderão a mensagem cristã do “…Vinde a mim” (Mateus 11,28) e aceitará o convite divino em tomar uma decisão de uma vez por todas em se afastar do erro da corrupção e caminhar com a Verdade pelo próximo.

Portanto, não haverá transformação política ou social se não começarmos a repensar nossas atitudes individualistas e a entender na prática política e social que “…o maior líder entre nós, seja aquele que serve…” (Mateus 20,17 a 28).

Enfim, tudo nesta vida passa e sempre passará, desde o pequeno ao grande de poder, porém algo que nunca passa são as marcas do tempo lavradas pelo valor e o trabalho sério, honesto e velado praticados em favor de um povo que clama por justiça social em detrimentos de interesses partidários ou pessoais.

Apoio: www.controlesocialdesarandi.com.br

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: