O governo estuda reduzir remuneração das estradas privatizadas por FHC

O governo pretende reduzir a taxa de retorno para os novos investimentos da CCR e Triunfo, que têm concessões de algumas das primeiras estradas federais licitadas há 15 anos.

O contrato firmado com o governo do tucano FHC em 1995 garante aos grupos que exploram rodovias, como a Dutra, uma taxa interna de retorno sobre o investimento de até 20% – número alto se comparado ao das concessões dos anos 2000, em torno de 8%.

A intenção do atual governo é que os desembolsos, que podem somar R$ 2,5 bilhões e visariam melhorar as rodovias, sejam feitos pelas concessionárias a uma remuneração de 6% de taxa de retorno sobre o investimento,  muito menor do que a praticada nos contratos firmado na época de FHC. Com isso o Governo Dilma pretende desonerar a tarifa do pedágio, considerada cara.

Caso não concordem, as empresas podem até ter seus contratos rescindidos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: